Ex-presidiário é assassinado a tiros por dupla em moto na porta da casa dele em Mauriti

João Pereira da Silva, de 46 anos , o João do Bode - Foto Blog Assuntos de Mauriti

João Pereira da Silva, de 46 anos, o “João do Bode” como era apelidada a vítima, sofreu disparos de arma de fogo nas proximidades da cabeça e na clavícula morrendo no local. Vítima já possuía passagens policiais por crimes contra economia popular, tortura, ameaça, crimes ambientais e por infrações ao estatuto do desarmamento, diz a Polícia

DA AGÊNCIA CARIRICEARA
Jota Lopes – Foto: Reprodução/Blog Assuntos de Mauriti

Um homem de 46 anos foi assassinado a tiros nesta segunda-feira (28) em, Mauriti. De acordo com a Polícia Militar, a vítima foi morta na calçada da casa dela na Avenida Dr. Fernandes Teles Cartaxo, bairro Bela Vista.

O ex-presidiário  João Pereira da Silva,  o “João do Bode” como era apelidada a vítima por volta das 20 horas foi alvejado com vários disparos de arma de fogo nas proximidades da cabeça e na clavícula e morreu no local.

Familiares dele disseram a Polícia, que o mesmo se encontrava sozinho, sentado na calçada de sua casa quando chegaram dois homens em uma motocicleta modelo fan de cor preta e de capacetes preto, que se aproximaram de  “João do Bode” e cometerem, o homicídio fugindo em seguida para lugar ignorado. Militares do Policiamento Ostensivo Geral (POG) e do RAIO fizeram diligências em possíveis rotas de fuga para captura dos suspeitos, mas sem, contudo lograrem êxito.

Por fim, estiveram no local do crime a Polícia Civil de Brejo Santo juntamente com a Perícia Forense do cariri para os devidos procedimentos legais. A Polícia de Mauriti informou a reportagem do Site Caririceara que a vítima já possuía passagens policiais por crimes contra economia popular, tortura, ameaça, crimes ambientais e por infrações ao estatuto do desarmamento.

Reprodução autorizada mediante citação da Agência Caririceara

Leia também



PATOM

Enquete