Falso líder religioso investigado por crimes sexuais é capturado pela Polícia Civil no Crato

Ex-auxiliar de enfermagem Francisco José Alexandre de Sousa é suspeito de estupro, tortura, dentre outros crimes contra mulheres.. FOTO: REDES SOCIAIS
Ex-auxiliar de enfermagem Francisco José Alexandre de Sousa é suspeito de estupro, tortura, dentre outros crimes contra mulheres.. FOTO: REDES SOCIAIS

Francisco José Alexandre de Sousa é proprietário de uma falsa Casa Espírita na cidade do Crato denominada “Lar Espírita Maria de Nazaré” e segundo as investigações, usava argumentos de curar as mulheres que ali chegavam com alguma doença para abusar das vítimas.

DA AGÊNCIA CARIRICEARA
Com informações da Polícia Civil do Ceará – Foto: Divulgação

A Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE) deflagrou, na manhã de sexta-feira (10), a Operação “Santo Nome em Vão”, que resultou na captura de um auxiliar de enfermagem de 52 anos, na cidade de Crato, investigado por crimes sexuais. O nome da operação faz referência ao terceiro mandamento da lei de Deus, uma vez que o suspeito fingia ser um líder religioso para cometer os crimes.

FOTO: REDES SOCIAIS

Conforme a investigação, Francisco José Alexandre de Sousa aproveitava a relação de proximidade que estabelecia com as vítimas, uma vez que se apresentava como liderança religiosa, para cometer os crimes. “O investigado seduzia as vítimas afirmando que elas deveriam passar por algumas situações para evoluir espiritualmente. Fragilizadas, elas não percebiam a violência a que eram submetidas”, explica a delegada Kamila Brito, titular da Delegacia de Defesa da Mulher do Crato, responsável por conduzir as investigações.

De acordo com a Polícia Civil, o homem teria ministrado medicamentos para as vítimas sem prescrição médica, aproveitando a situação de vulnerabilidade para cometer abusos sexuais, ameaças e agressões, sempre justificando as ações por meio da religião.

FOTO: POLÍCIA CIVIL DO CEARÁ/DIVULGAÇÃO

Durante o cumprimento do mandado de prisão preventiva por crime de estupro, os policiais civis da DDM Crato ainda encontraram diversos materiais cirúrgicos, um revólver calibre 38, munições, quatro celulares e seis charutos. O material foi apreendido.

FOTO: POLÍCIA CIVIL DO CEARÁ/DIVULGAÇÃO

A delegacia informa que  outras mulheres que tenham sido vítimas podem comparecer para fazer a devida denúncia

Reprodução autorizada mediante citação da Agência Caririceara

Leia também



PATOM
WhatsApp Image 2022-07-28 at 08.57.10

Enquete