FINAL DE MANDATO Aliados devem facilitar transição de governo no cariri

governo de transicao deve acorrer sem desgastes politicos pelo menos em dois municipios do Crajubar

Jornal do cariri

Os prefeitos eleitos nos três principais municípios do Cariri estão confiantes com relação à transição administrativa. Em Crato e Juazeiro do Norte, é esperado um processo tranquilo e sem desgastes políticos. A expectativa dos prefeitos eleitos é que a comissão seja formada esta semana. A situação mais preocupante é a de Barbalha, onde a oposição venceu as eleições.

Apesar das tensões de campanha, o prefeito eleito de Juazeiro do Norte, Arnon Bezerra (PTB), informou que já foram feitos contatos com a atual administração do prefeito Raimundo Macedo (PMDB) e a comissão de transição deve ser indicada nos próximos dias. A equipe deve ser coordenada pelo atual vice-prefeito e irmão de Arnon, Luiz Ivan Bezerra (PTB).

Para Arnon, a transição deve ter um papel importante no levantamento das demandas do Município, o que motivará ações emergenciais já em janeiro de 2017. Arnon diz esperar um Município com problemas administrativos e ressalta estar consciente das dificuldades a serem enfrentadas nos primeiros meses.

No Crato, o prefeito Ronaldo Mattos (PSC) espera apenas a formação da comissão para autorizar a disponibilização de todas as informações. O prefeito acredita que a transição será tranquila e vai proporcionar o conhecimento das demandas e gargalos pelo novo gestor.

O prefeito eleito do Crato, Zé Ailton Brasil (PP), não pode nos atender para comentar a transição, mas sua assessoria assegurou que a equipe deve ser anunciada ainda esta semana, em entrevista coletiva de imprensa, onde o prefeito eleito deve anunciar as diretrizes sobre o processo de transição.

Em Barbalha, o prefeito eleito Argemiro Sampaio (PSDB) já anunciou os seus nomes para compor a comissão de transição. Além de cinco nomes políticos, Argemiro está indicando uma equipe técnica para fazer um levantamento aprofundado das questões relacionadas à saúde, educação,infraestrutura, ação social e outros. A ideia é que o trabalho produza um relatório que sirva de base para o inicio da nova gestão.

Sobre a aproximação com o prefeito Zé Leite (PT) para viabilizar os trabalhos, o prefeito eleito disse que vai procurá-lo esta semana. Segundo Argemiro, espera uma relação amigável para que não haja prejuízos àpopulação. Aos mais próximos, o prefeito Zé Leite teria dito que só libera atransição a partir do mês de novembro. Apesar da especulação, não conseguimos contato com o prefeito para confirmar a decisão.

Para assessores, a avaliação é que a vitória de candidatos aliados dos atuais prefeitos, principalmente em Crato e Juazeiro, é o motivador para uma transição tranquila. Nos três municípios, está em curso a formação das comissões, mas o início dos trabalhos ainda não foi definido.

Leia também



PATOM

Enquete