Hemoce adota novos critérios para doação de sangue em voluntários que testaram positivo para Covid

Triagem

A alteração dos prazos possibilita ampliar o número de doações de sangue, fazendo com que o Hemoce consiga manter seu estoque seguro

O Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce), equipamento vinculado à Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), adotou novos critérios para a doação de sangue de voluntários que tiveram Covid-19. Agora, pessoas com suspeita ou que testaram positivo para a doença podem realizar sua doação após dez dias da completa recuperação. Antes, os doadores tinham de aguardar 30 dias. A mudança foi estabelecida pelo Ministério da Saúde em nota técnica para todos os hemocentros do Brasil.

O documento traz, ainda, outras orientações para triagem clínica de candidatos à doação de sangue em relação ao risco de infecção pelo coronavírus. Pessoas assintomáticas com teste positivo para a doença ficam aptas a doar após dez dias da data da realização do teste. Já voluntários que tiveram contato com casos positivos podem doar depois de sete dias da última interação. Quem realizou isolamento voluntário ou por orientação médica fica habilitado a doar após finalizar o tempo de indicação de isolamento. Profissionais de saúde podem doar desde que estejam usando corretamente os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs).

A mudança veio em um bom momento para atender aos hemocentros do Brasil, que em meio à pandemia de Covid-19 e ao surto de síndromes gripais que o País atravessa, viram seus estoques diminuírem. Nos primeiros dias de janeiro, o Hemoce teve uma redução de, aproximadamente, 40% nas doações de sangue em comparação ao mesmo período do mês anterior.
“Hoje, temos muito mais dados sobre a segurança da doação e transfusão de sangue durante a pandemia. A alteração dos prazos de inaptidão dos doadores que tiveram Covid-19 ou contato com pessoas suspeitas permite que mais voluntários possam se candidatar à doação de sangue e que o Hemoce consiga manter seu estoque seguro para o atendimento de todos os pacientes do Ceará”, destaca Denise Brunetta, diretora de Hemoterapia do Hemoce.

Doe sangue e salve vidas
Para se candidatar à doação de sangue, é preciso estar saudável, bem alimentado, pesar acima de 50 kg, ter entre 16 e 69 anos e apresentar um documento oficial com foto. Os menores de idade devem portar o termo de consentimento padrão assinado pelos pais ou responsável legal. O documento está disponível no site do hemocentro.

O Hemoce recebe os doadores com hora marcada para evitar aglomerações nas unidades. Os voluntários podem agendar um horário pelo site doador.hemoce.ce.gov.br ou pelos telefones de contato. Em Fortaleza, os doadores podem ligar para (85) 3101-2305 ou (85) 99681-7597 – WhatsApp.

Locais de doação
Na Capital, a população pode doar na sede do Hemoce, na Av. José Bastos, 3390 – Rodolfo Teófilo; nos postos de coleta do hemocentro na Praça das Flores, na Av. Desembargador Moreira, s/n – Aldeota; ou nas unidades do Shopping Parangaba, na Av. Germano Franck, 300 – Parangaba, e do Instituto Dr. José Frota (IJF), na Rua Barão do Rio Branco, 1816 – Centro. No interior cearense, os doadores podem realizar o gesto de solidariedade nos hemocentros regionais de Sobral, Quixadá, Iguatu, Crato e Juazeiro do Norte.

*Governo do Ceará

Leia também



PATOM
WhatsApp Image 2022-07-28 at 08.57.10

Enquete