Homem de 60 anos morre no HRC vítima de espancamento em abrigo de Juazeiro, e outro em consequência de acidente sofrido em Quixelô

HRC. AMBULANCIA

DA AGÊNCIA CARIRICEARA
Redação – Foto: Arquivo/ Caririceara.com

Dois corpos de vítimas de mortes violentas chegaram nesta terça-feira (03) ao Núcleo de Ciências Forense (Antigo Instituo Médico legal-IML) Regional do Cariri, em Juazeiro do Norte, para serem submetidos a exames cadavérico.

O primeiro a chegar foi da vitima de suspeita de espancamento, Antonio Pereira Sobrinho, 60 anos de idade. Segundo informações, no dia 20 de novembro último, ele deu entrada no Hospital Regional do Cariri após ter sido espancado num abrigo de dependentes químicos, onde morava que funciona rua Monsenhor Azarias Sobreira, 336, no bairro Tiradentes, em Juazeiro do Norte.

No final da tarde da segunda-feira, Antonio Pereira teve agravamento em seu quadro clínico e não resistiu falecendo doze dias depois de sofrer as agressões, tendo o corpo recolhido pela Perícia Forense na manhã de hoje.

Pouco tempo depois chegou a Pefoce cariri, o corpo do agricultor Francisco Aécio Bezerra de Sousa, 48 anos. Ele residia no sítio Barroso, zona rural de Quixelô, na região do centro sul cearense onde no dia 18 de novembro sofreu um acidente de trânsito, ocasião em foi socorrido ao hospital local em seguido transferido ao Hospital Regional do cariri, em Juazeiro do Norte onde foi óbito ás 08 horas desta terça-feira.

A republicação é gratuita desde que citada a fonte.

Leia também



PATOM

Enquete