Homem de 69 anos acusado de estupro de vulnerável no interior do Piauí é preso em Juazeiro do Norte

JOSÉ MARCOLINO DOS SANTOS, 69 anos, o ZÉ BREU Preso em JN 02.11.2019

José Marcolino dos Santos, apelidado por “Zé Breu”, foi preso em cumprimento a mandado de prisão preventiva expedido pela justiça do município de Dom Expedito Lopes (PI), durante a romaria de finados, em Juazeiro do Norte(CE).

DA AGÊNCIA CARIRICEARA
Redação – Foto: Redes sociais

Um homem de 69 anos de idade procurado da justiça do estado do Piauí foi preso, em Juazeiro do Norte (CE). José Marcolino dos Santos, apelidado por “Zé Breu”, residente no município de Dom Expedito Lopes (PI) possui em seu desfavor um mandado de prisão preventiva em aberto expedido pela justiça piauiense em decorrência da prática de estupro de vulnerável, fato que comoveu a pacata cidade do interior do Piauí em decorrência do horrendo crime cometido em desfavor de vítima de menor de idade.

A prisão aconteceu após a Polícia Civil de Picos (PI) informa a Delegacia Regional de Policia Civil de Juazeiro do Norte de que “Zé Breu” estaria foragido do distrito da culpa e que teria embarcado em excursão à “Romaria de Finados” na Terra do Padre Cícero. Considerando apenas as características do ônibus responsável pelo trajeto da cidade de Dom Expedito Lopes a Juazeiro do Norte, policiais civis da 20ª DRPC juazeirense com apoio do Núcleo de Combate ao Tráfico de Drogas diligenciaram pelos pontos religiosos e pousadas da cidade no intuito de identificar o veículo, e com isso efetuarem a prisão do foragido o que ocorreu às 13h deste sábado (02).

Sem esboçar reação e demonstrando surpreso, “Zé Breu” fora encaminhado à Delegacia de Polícia Civil para os procedimentos cabíveis e depois recambiado à Cadeia Pública local, onde permanecerá até ser recambiado para o estado do Piauí.

A Polícia Civil ressalta seu compromisso com a sociedade e solicita que cidadãos contribuam com a segurança pública por meio de denúncias de crimes ou autores de delitos ligando ou encaminhando mensagens através do número 88 99997.7275 (WhatsApp), assegurado o sigilo da fonte.

A republicação é gratuita desde que citada a fonte.

Leia também



PATOM

Enquete