Homem é baleado ao reagir à abordagem policial em Barbalha

Hospital São Vicente de Paulo de Barbalha-CE. Foto: Jota Lopes/Agência Caririceara.com
Hospital São Vicente de Paulo de Barbalha-CE. Foto: Jota Lopes/Agência Caririceara.com

Segundo a Polícia, no momento da abordagem o homem estava em posse de um revólver com a numeração suprimida contendo seis munições que acabou apreendido.

Por Agência Caririceara

Nesta terça-feira (24), por volta das 06h30min um soldado da Polícia Militar do Ceará lotado no CPRAIO se deslocava de sua residência em direção a Base Raio Barbalha, quando na Vila Santa Luzia, no Sítio Lagoa, deparou-se com um homem em atitude suspeita e com um volume na cintura, momento em que decidiu abordar o indivíduo.

De acordo com relatório policial, o PM ao realizar a abordagem, o suspeito sacou de uma arma de fogo vindo o militar a reagir em legitima defesa, efetuando um tiro em direção do individuo que empreendeu fuga por um matagal deixando cair um revólver calibre 38, com a numeração suprimida contendo duas munições deflagradas e quatro intactas. O policial então recolheu o armamento e solicitou apoio as composições de serviço.

Revólver calibre 38, com a numeração suprimida contendo duas munições deflagradas e quatro intactas apreendido pela polícia durante ação policial. Foto: Polícia Militar do Ceará/Divulgação
Revólver calibre 38, com a numeração suprimida contendo duas munições deflagradas e quatro intactas apreendido pela polícia durante ação policial. Foto: Polícia Militar do Ceará/Divulgação

 

Durante as buscas na localidade, foi informado via Copom, que um homem com as mesmas características repassadas anteriormente pelo policial, teria dado entrada no Hospital São Vicente, em Barbalha, lesionado à bala. Ao chegar a unidade de saúde, o militar reconheceu o indivíduo como sendo o mesmo da ocorrência, este identificado posteriormente identificado como, Erick Wallyson Simplício da Silva, de 20 anos, residente na Vila Santa Luzia, Sitio Lagoa.

Diante dos fatos, o suspeito confessou a posse da arma de fogo e que havia sido alvejado nesta mesma ocorrência. Erick Wallyson permaneceu em atendimento naquela unidade hospitalar, e ocorrência, juntamente com a arma foi apresentada na Delegacia Municipal de Polícia Civil de Barbalha. Na DP foi lavrado o auto de prisão em flagrante por Porte ilegal de arma de fogo, artigo 16 do estatuto do desarmamento.

Reprodução autorizada mediante citação da Agência Caririceara

Leia também



PATOM

Enquete