Homem é preso pela PM suspeito de roubo e tentativa de estupro em Juazeiro

Edivanzinho olho de gato, 24 anos foi preso mediante o cumprimento de mandado de prisão preventiva expedido pelo poder judiciário de Juazeiro do Norte.

DA AGÊNCIA CARIRICEARA
Redação – Foto: Redes sociais

Um homem foi preso suspeito de roubo e tentativa de estupro em Juazeiro do Norte. A prisão ocorreu em cumprimento a mandado de prisão preventiva expedido pelo poder judiciário do município.

Edivan Lima dos Santos, de 24 anos, o “Edivanzinho olho de gato” foi preso por volta das 12h40min desta sexta-feira, dia 25 em frente à casa onde reside na Rua Belo Horizonte, 42 , bairro Pirajá. A prisão foi efetuada pela composição policial militar comandada pelo Sargento G. Rodrigues.

Na sequência, ele foi apresentado ao delegado plantonista na Delegacia Regional de Polícia Civil local e depois de ser ouvido pela autoridade policial, levado a perícia forense a fim de ser submetido a exame de corpo delito e depois encaminhado para a Penitenciária Industrial Regional do Cariri (PIRC), aonde espera o pronunciamento da justiça.

Segundo as investigações, “Edivanzinho olho de gato” foi denunciado a justiça pela polícia judiciaria juntamente com José Ronaldo de Sousa, vulgo “Jacaré” do roubo da quantia de 12 mil reais em dinheiros e outros objetos em um mercadinho localizado na Avenida Sebastião Mariano da Silva, no bairro Tiradentes em Juazeiro do Norte. O crime ocorrido no dia 02 de abril de 2018.

De acordo com o registro policial, durante a ação criminosa, os suspeitos levaram o proprietário do estabelecimento comercial e seus familiares juntamente com uma cliente para o primeiro andar do prédio onde reside o comerciante, trancando as vítimas no banheiro. Antes de fugir, segundo a polícia, “Edivanzinho olho de gato” tentou violentar sexualmente uma jovem filha do dono comércio sendo impedido pelos parentes da garota.

A polícia foi acionada por vizinho. As vitimas souberam depois que os suspeitos tinham chegado numa moto modelo cinquentinha. Edvan foi reconhecido por uma das vítimas através de fotos nas redes sociais. Ele foi notificado a comparecer a 20ª DRPC e em seu depoimento conversou sua participação ao assalto ao mercadinho, junto com Jacaré. Edvan acrescentou ter ficado com os produtos do roubo que foram vendidos para pagar dívida de drogas que tinha junto ao comparsa, jacaré haja que ser viciado. O mesmo nega a tentativa de estupro, mas a mãe da jovem afirma que foi ele foi quem tentou abusar sexualmente da sua filha.

De acordo com os autos relatório das diligências policiais, o comparsa de Edvan, o “Jacaré”, foi encontrado pela policia civil por intermédio de noticias que serviram de suporte na investigação. Apos verificar o teor das notícias e no sistema de consulta de informações policiais mostra-se os investigados como sendo de extrema periculosidade social. Em razão disso, a policia civil solicitou junto a justiça a prisão dos dois.

Reprodução autorizada mediante citação da Agência Caririceara

Leia também



Multiservice - Fauston
Top Móveis_Crato Janeiro 2020

Enquete

Qual sua avaliação das ações do governo do presidente Jair Bolsonaro?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...
© Copyright 2019 — Caririceara.com. Todos os direitos reservados