Homem é preso por estupro de vulnerável por viver maritalmente com menina de 13 anos em Aurora

WhatsApp Image 2021-12-28 at 19.56.30

Mãe da jovem era conivente com a situação, afirma a Polícia. Prisão ocorreu na manhã desta terça-feira, no bairro Araçá, em Aurora efetuada pela Polícia Civil.

DA AGÊNCIA CARIRICEARA
Jota Lopes – Foto: Redes sociais

Um homem de 26 anos foi preso na manhã desta terça-feira (28) pelo crime de estupro de vulnerável, na cidade de Aurora, na região do cariri cearense. Conforme a polícia civil, ele vivia maritalmente com uma menina de 13 anos, na Rua Parque Sabiá, no bairro Araçá.

De acordo informações obtidas pela a reportagem do Site Caririceara, Cosmo Lourenço Cordeiro estava vivendo maritalmente com a adolescente, inclusive diz a Polícia situação esta confirmada pela jovem. A prisão do suspeito ocorreu após o Conselho Tutelar de Aurora, agir como garantidor dos interesses da garota comunicando o caso às autoridades policiais.

A equipe da Polícia Civil coordenada pelo delegado titular da delegacia do município, Dr. Paulo Hernesto Pereira Tavares ao tomar conhecimento do fato caiu em campo investigando o caso e verificando a procedência da informação. Ao averiguar que a genitora da jovem era conivente com o caso, entendeu que esta expôs a filha a uma situação de constrangimento enquadrando a mãe no Artigo 232 do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

Ainda de acordo com informações apuradas pelo Caririceara, no interior da residência do casal foram encontrados anticoncepcionais, que segundo a menor, eram utilizados para que a mesma evitasse uma possível gravidez, já que ela mantinha relações sexuais com Cosmo Lourenço. Durante a ação, os agentes de segurança, também prenderam outro homem, este identificado como José Dourado Filho, que se encontrava no local em posse de seis pássaros silvestres que foram apreendidos.

Diante disse, José Dourado também foi conduzido junto com Cosmo Lourenço à Delegacia Municipal de Aurora onde foi lavrado contra ele, um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) pela prática de crime ambiental. Os animais foram soltos na especializada mediante certidão, enquanto que o suspeito de estupro foi autuado pelo delegado Paulo Hernesto pelo crime que é acusado, ficando a disposição da justiça.

Reprodução autorizada mediante citação da Agência Caririceara

Leia também



PATOM
WhatsApp Image 2022-07-28 at 08.57.10

Enquete