Homem é preso por pratica de diversos crimes após evento festivo na zona rural de Aurora

WhatsApp Image 2022-06-07 at 21.31.07

A equipe da Polícia Civil de Aurora, tendo a frente o delegado Paulo Hernesto Pereira Tavares, efetuou a prisão em flagrante de um homem por crimes de furto qualificado e majorado, corrupção de menores, lesão corporal dolosa, injúria, dano qualificado e ameaça em âmbito doméstico familiar. Por incrível que pareça o mesmo conseguiu cometer todos esses delitos em uma mesma noite, após a Cavalgada Feminina do Sítio Moco, zona rural, Aurora/CE.

Segundo informações obtidas pela nossa reportagem, o suspeito identificado como Evanio Alcântara da Silva, de 19 anos de idade, teria furtado uma motocicleta acompanhado de um menor, conhecido como Apolo, teria furtado uma motocicleta de placa HVC-1586, no momento em que era realizado o evento naquele sítio, no último domingo (5).

As vítimas se deslocaram à Delegacia Municipal de Aurora para prestar queixa sobre os acontecimentos, ocasião em que a companheira do suspeito também se dirigiu à especializada para prestar queixa contra o mesmo pela violência doméstica sofrida.

Ainda de acordo com informações, o veículo ciclomotor teria sido abandonado para posteriormente ser levado pelos infratores e vendido na cidade paraibana de Cajazeiras.

Em posse das informações, a equipe da Polícia Civil diligenciou localizando os infratores, sendo a motocicleta localizada por uma patrulha do BPRAIO. Diante disso, a moto proveniente de furto e os suspeitos conduzidos à Delegacia Municipal de Aurora para a adoção das medidas cabíveis.

Evanio foi autuado em flagrante delito pelos referidos crimes. Após a adoção das medidas cabíveis, Evanio Alcântara foi conduzido à Perícia Forense do Cariri para a realização de exame pericial e posteriormente recambiado à Cadeia Pública de Juazeiro do Norte, ficando à disposição do Poder Judiciários.

Já contra o menor, foi instaurado um procedimento menorístico de ato infracional equiparado ao crime de furto qualificado, mas como não houve o emprego de violência e grave ameaça, foi liberado como prevê o estatuto da criança e do adolescente após a assinatura de termo de compromisso por parte de um responsável legal.

*Com informações do Portal Aurora Notícias

Leia também



PATOM
WhatsApp Image 2022-07-28 at 08.57.10

Enquete