Homem é preso suspeito de manter companheira em cárcere privado por um mês, em Juazeiro do Norte

Foto: Divulgação

Homem já tinha histórico de violência contra a companheira. Ele foi preso e autuado em flagrante por ameaça, cárcere privado e injúria.

Um homem de 34 anos foi preso na terça-feira (10) após a filha da companheira denunciar à polícia que a mãe era mantida em cárcere, no Bairro Campo Alegre, em Juazeiro do Norte. O casal estava junto há seis anos, mas há cerca de um mês nenhum familiar conseguia ter contato com a mulher. A filha foi até à polícia e registrou a denúncia.

Segundo a delegada da Delegacia de Defesa da Mulher de Juazeiro do Norte, Déborah Gurgel, a mulher não podia sair de casa. A delegada ainda afirmou que, além do cárcere privado, o homem a violentava e praticava ofensas morais e a ameaçava de morte.

“Quando a nossa equipe chegou ao local se confirmou que ela estava sendo violentada, agredida, vítima de cárcere privado, recebia ofensas morais e ameaças de morte. Então ela manifestou o interesse em vir até a delegacia. Ela foi resgatada e os inspetores realizaram a prisão em flagrante do autor do fato”, afirmou a delegada.

Histórico de violência doméstica

Ainda de acordo com Déborah, o homem já possuía histórico de violência doméstica contra a companheira no município de Assaré, distante 100 km de Juazeiro do Norte. A delegada explica que o casal se separou e depois retomou o relacionamento. A delegada diz também que após voltar para a companheira, ele pediu para a mulher retirar a medida protetiva que ela tinha aberto contra ele.

“Ele já tinha um histórico de violência. Inclusive esse autor já respondia por procedimentos de violência doméstica na cidade de Assaré onde o casal residia anteriormente. Eles convivem há cerca de seis anos. Já tinham rompido o relacionamento. A vítima já tinha sido beneficiada com medida protetiva, mas eles tinham reatado o relacionamento. Ele pediu para que ela retirasse essas medidas. Ela veio morar em Juazeiro do Norte e ele veio atrás dela”, explicou a delegada.

Durante as investigações, a polícia descobriu que já existiam outras duas denúncias contra o homem por violência registradas por outras duas mulheres. O homem foi autuado em flagrante por ameaça, cárcere privado e injúria. A vítima solicitou medida protetiva junto à autoridade policial. A Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) segue com as investigações sobre o caso.

Leia também



Multiservice - Fauston
Top Móveis_Crato Janeiro 2020

Enquete

Você acha que motoristas alcoolizados devem ser considerados criminosos?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...
© Copyright 2019 — Caririceara.com. Todos os direitos reservados