Homem morre em confronto com a Polícia Militar na zona rural de Araripe

Imagem_114505

Um revólver calibre 38, com capacidade para cinco tiros, contendo três cápsulas deflagradas e uma intacta foi apreendida durante a ação, afirma a Polícia.

DA AGÊNCIA CARIRICEARA
Jota Lopes – Foto: Reprodução/WhatsApp

Uma morte por intervenção policial foi registrada na madrugada desta quarta-feira (12), em Araripe na região do cariri cearense. O caso aconteceu por volta de 01h30min.

Uma equipe policial militar foi até ao Sítio Paraíso, distante cerca de 2 km da sede do município de Araripe após ser informada por populares de uma festa naquela localidade, onde um indivíduo se encontrava armado falando ser policial. Chegando ao local, os militares perceberam que dois homens que participavam do evento, saíram em uma motocicleta Honda/CG 150 Titan KS de cor preta em atitudes suspeitas.

A composição policial ao desembarcar ouviu alguns disparos de arma de fogo, e em ato continuo a dupla que estava na motocicleta parou o veículo, o garupeiro desceu e saiu correndo para o matagal enquanto que o piloto sacou uma arma, ocasião em que os policiais revidaram atirando contra ele. Segundo o registro da ocorrência, dentro do mato se ouviu mais um estampido de arma de fogo, mas o indivíduo não foi mais visto.

Os militares após verificarem que o homem caído na CE 292 estava lesionado no tórax, socorreram o mesmo ao Hospital Lia Loiola de Alencar. O ferido foi identificado como Leandro Pereira da Silva, de 24 anos, que residia na Rua José Calazans, Bairro Alto, em Araripe-CE. Ele não resistiu ao ferimento e morreu minutos depois de dá entrada no setor de emergência da cidade saúde. Ainda de acordo a Policia, onde Leandro caiu ao ser baleado, foi achado um revólver calibre 38 com capacidade para cinco tiros, estava com três cápsulas deflagradas e uma intacta, e uma câmara do tambor vazia.

Na sequencia, o policiamento realizou buscas pelo segundo homem, mas sem, contudo lograr êxito. As chaves da moto em que Leandro estava na companheira de outo homem, era utilizada uma munição calibre 22, como chaveiro. A arma e as chaves da juntamente com o veículo, foram apresentadas ao delegado de plantonista na Delegacia Regional de Polícia Civil do Crato, para os procedimentos cabíveis. O corpo de Leandro foi recolhido pela Perícia Forense.

Reprodução autorizada mediante citação da Agência Caririceara

Leia também



PATOM

Enquete