Homem não identificado é encontrado morto com 15 facadas no Distrito de Pajeú, em Araripe.

DA AGÊNCIA CARIRICEARA
Jota Lopes – Foto: Ilustrativa

Na manhã deste sábado (13), um homem até então desconhecido, de idade aparente 35 anos, moreno claro e estatura alta, vestindo camisa preta e calça jeans preta, descalço (sandálias ao lado) foi encontrado por populares que acionaram a polícia, morto às margens da estrada vicinal da Serra do Vitorino que dá acesso ao Distrito de Pajeú, há aproximadamente 04 km da sede do município de Araripe-CE. O achado de cadáver chegou ao conhecimento da Polícia Militar por volta das 08h30min.

Uma equipe da PM de Araripe foi até o local indicado e ao verificar a veracidade do fato, fez o isolamento da área e solicitou a presença da perícia forense. Nos exames preliminares a equipe da perícia constatou que o corpo apresentava cerca de 15 golpes de faca, a maioria nas costas e que a vítima não portava nenhum documento de identificação. A polícia que não descarta a possibilidade que o homicídio tenha ocorrido em outro município e o corpo desovado em Araripe.

O corpo foi encaminhado ao Núcleo de Ciências Forense (Antigo Instituto Médico Legal-IML) Regional do Cariri, em Juazeiro do Norte para ser submetido a exames cadavérico e liberado para sepultamento após ser reconhecido por parentes. Inquérito deverá ser aberto pela polícia judiciária, com intuito de elucidar o crime, e prender o (s) autor (res).

Morte no hospital

Juazeiro do Norte. O mototaxista, José Junior Matias de Oliveira, de 29 anos que morava bairro Vila Real, em Juazeiro do Norte morreu no final da tarde do sábado (13), um dos leitos do Hospital Regional do Cariri em consequência de disparo de arma de fogo. No último dia 05 ele sofreu um tiro na nuca. O crime ocorreu por volta das 20h30min, na rua Francisco Martins de Sousa, no bairro Frei Damião e segundo informações de populares repassadas a policia, os acusados são dois homens que fugiram numa motocicleta de cor preta e demais características não anotadas antes de ser identificados. Junior trabalhava no ponto de mototáxi que fica próximo ao local onde foi baleado falecendo oito dias depois.

©Todos direitos reservados a Caririceara.com. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível de ação judicial com base na Lei nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998 dos Direitos Autorais.

Leia também



PATOM

Enquete