Horas depois de matar padrasto em Jati (CE) suspeito é preso pela PM cearense em São José do Belmonte (PE)

Homicídio ocorreu na noite da quinta-feira, dia 07. Carlos Antônio de Oliveira, 35 anos, “vulgo” Manezinho, matou um tiro de espingarda soca-soca, seu padrasto Antônio Miguel Delfino de 58 anos.

DA AGÊNCIA CARIRICEARA
Jota Lopes – Foto: Arquivo/ Caririceara.com

Um homem suspeito de matar o padrasto em Jati na região do cariri foi preso na manhã desta sexta-feira (08) em São José do Belmonte, no sertão pernambucano. O crime por volta das 20 horas no Sítio Baixa Grande no município cearense.

De acordo com a Polícia, o agricultor Carlos Antônio de Oliveira, 35 anos, vulgo “Manezinho” após efetuar um disparo de espingarda soca-soca contra o companheiro de sua mãe, o também agricultor, Antônio Miguel Delfino, de 58 anos fugiu enquanto a vítima falecia no local.

Durante diligencias no intuito de prender o suspeito, por volta das 8h30min de ontem a Polícia Militar de Jati, recebeu informações oriundas do policiamento do posto fiscal do município, que o procurado teria sido visto no sítio Barracão, na zona rural de São José do Belmonte (PE).

SAIBA MAIS

Uma equipe da PM cearense fez deslocamento até o referido sítio e ao chegar encontrou um soldado PM, que estava de folga o qual ao tomar conhecimento do ocorrido conseguiu localizar e render Carlos Antônio que acabou preso pelo policiamento do destacamento de Jati. Em seguida o suspeito foi conduzido para a delegacia regional de Brejo Santo para serem adotadas as providências cabíveis.

Reprodução autorizada mediante citação da Agência Caririceara

Leia também



Multiservice - Fauston
Top Móveis_Crato Janeiro 2020

Enquete

Qual sua avaliação das ações do governo do presidente Jair Bolsonaro?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...
© Copyright 2019 — Caririceara.com. Todos os direitos reservados