HRC realiza ação que vai além dos muros do hospital

HRC realiza ação que vai além dos muros do hospital (Copy)

Agir fora da caixa, ultrapassar os muros, ir além, informar sempre. O Dia Mundial do Combate ao AVC foi marcado por uma ação inusitada no Cariri.

No último domingo, 30 de outubro, a equipe da Unidade de AVC do Hospital Regional do Cariri acompanhada pelas diretoras do hospital Demostência Coelho, diretora geral e Andréa Landim, diretora de processos assistenciais ultrapassaram os muros do HRC e levaram consigo uma comitiva composta por profissionais da assistência e do administrativo para a Praça da Lagoa Seca, ponto de encontro da ciclo faixa, para fazer um alerta para a sociedade sobre uma doença silenciosa e que acomete muitas pessoas, o Acidente Vascular Cerebral (AVC).

O projeto “HRC na Corrida Contra o AVC” aproveitou o domingo, onde muitos aproveitam para confraternizar com amigos e familiares, para informar e sensibilizar a população sobre a importância de detectar precocemente os sintomas e de prevenir esta doença que é uma das que mais mata no mundo todo.

Só este ano a Unidade de AVC Agudo do HRC já atendeu, até o dia 26 de outubro, 576 pessoas vítimas do AVC. Um dado preocupante é que 76% dos pacientes admitidos na emergência chegaram fora do período da janela de tratamento com a medicação trombolítica, que é de quatro horas e trinta minutos do início dos sintomas.. “Esse é um dado soa como sinal de alerta. Cada minuto perdido no atendimento aumenta as possibilidades de sequela e até mesmo de morte do paciente. É muito importante saber reconhecer quando uma pessoa está sendo acometida pelo AVC. Boca torta, falta de sensibilidade em um dos membros e/ou fala com dificuldade, são sintomas que uma pessoa está sofrendo um AVC. Quanto antes for o atendimento, maior as chances de cura”, destaca o Coordenador da UAVC, o médico neurologista, Gustavo Vieira.

A Unidade de AVC Agudo foi implantada no HRC em 2013, descentralizando o atendimento, antes feito apenas na capital, Fortaleza. Nos últimos três anos é possível notar que os casos são crescentes. Em 2013 foram 491 atendimentos, no ano seguinte 629, 2015 encerrou com 635 atendimentos, com os casos já contabilizados este ano chega ao número de 2.331 pessoas vítimas da doença.

Segundo dados da UAVC, 52% das vítimas são do sexo masculino com idade média de 70 anos. Os principais causadores da doença são: hipertensão (82%), diabetes (26%), tabagismo ( 31%), obesidade (18%), uso de bebida alcoólica ( 18%), cardiopatia (20%) e 38% já tiveram AVC prévio.

“Diante de dados tão preocupantes, nós não podíamos deixar passar esse dia em branco. É preciso que todos nós tenhamos atenção com os detalhes mais simples. Muitos acham que o AVC é uma doença de idosos, mas não é. Já recebemos no hospital adolescentes de 14 anos de idade vítimas do AVC. Temos como prevenir essa doença com ações simples como a manutenção de hábitos saudáveis de vida. É essa a mensagem que queremos passar para a sociedade”, afirma a diretora geral do HRC, Demostência Coelho.

O Hospital Regional do Cariri foi o primeiro hospital terciário implantando pelo Governo do Estado do Ceará no interior do Estado. Com perfil eixo adulto e foco no trauma e no AVC o HRC conta com uma emergência aberta 24h, realiza em média 100 atendimento diários. O HRC atende 44 municípios da Marcorregião do Cariri, um universo de 1,5 milhão de habitantes.

Raquel Oliveira
Assessora de Imprensa do Hospital Regional do Cariri
(88) 997085922

Leia também



PATOM
WhatsApp Image 2022-06-20 at 16.09.29

Enquete