I Seminário Nacional Povos Indígenas do Cariri Cearense

URCA realiza e nos dias 9 e 10 de agosto.

 A Universidade Regional do Cariri (URCA) promove nos dia 09 e 10 de agosto, o I Seminário Nacional Povos Indígenas do Cariri Cearense, em homenagem ao Dia Internacional dos Povos Indígenas. O evento acontece a partir das 8 horas da próxima sexta-feira, no Salão de Atos, e contará com a mesa de abertura do Reitor da URCA, professor Francisco do O’ Lima Júnior, o diretor do Geopark Araripe, Nivaldo Soares, e a pró-reitora de Extensão (Proex), professora Sandra Nancy Freire. Em seguida, será realizada a apresentação inicial do seminário, pelo Professor José Patrício Melo, do Departamento de Direito da Instituição, e Thiago Florêncio, do Departamento de História.

O evento acontece num momento em que a causa indígena no Brasil vem sendo bastante discutida, em função principalmente da demarcação das terras no País e a invasão dos grilheiros, com mortes e ameaças. No Cariri há um espaço e uma cultura a serem defendidas e preservadas.

Após abertura, será realizada a mesa de debate sobre Afirmação Étnica e Organização Comunitária: A presença indígena no Ceará Contemporâneo, com os palestrantes Teka Potiguara, liderança do movimento Potiguatapuia, de Monsenhor Tabosa; Teresa Kariri, liderança kariri – Crateús; Cristina Kariri, liderança kariri-Crateús; além de outros líderes, como Rosa kariri e Cacique Pau de Ouro. A mediação será realizada pelo cantor João do Crato.

O artesanato do Povo kariri será exposto para comercialização no hall do Salão de Atos, durante o seminário. O evento contará com grande programação, dando sequência na parte da tarde com filme debate Suaçuamussará, que relata a jornada de duas lideranças do povo Tremembé, o cacique João Venança e o pajé Luís Caboco. Mestres da Cultura do Ceará, eles percorreram 14 comunidades indígenas, mostrando atividades tradicionais desses povos e escutando histórias sobre suas origens e lutas, conforme os organizadores do evento.

Parte da programação também acontece na comunidade de Poço Dantas, em Crato, iniciando às 16 horas, com oficinas de biojóias na própria comunidade, com o Professor Dr. Manoel Leandro, do grupo Urucongo de Artes, e Grafismos Indígenas, com Eliana Amorim e Fhernada Veloso (Grupo de Pesquisa Nzinga, Artes URCA);
Danças Circulares dos Cariri: ciranda, coco e roda de samba – Mestre Gilberto (Arte e Tradição), Manoel Leandro (Grupo Urucongo de Artes) e Jean Alex (Moacpes). O final da programação do primeiro dia será encerrado com o Cortejo de Santa Clara e o Forró de Rabeca com os Mestres, a partir das 17h30.

A programação do sábado, dia 10 de agosto, acontece a partir das 14 horas, na Comunidade Poço Dantas, no Crato, com a Roda de Conversa

de Poço Dantas a Maratoã: memórias, migrações e a afirmação étnica Kariri no Ceará, com Teka Potiguara (Liderança do Movimento Potigatapuia – Monsenhor Tabosa), Teresa Kariri (Liderança Kariri-Crateús), Cristina Kariri (Liderança Kariri-Crateús), Rosa Kariri (Liderança Kariris-Poço Dantas), Cacique Pau de Ouro (Liderança Kariri-Poço Dantas).

O evento será concluído com oficina de cartografia social, com João Paulo Vieira (Projeto Historiando e Instituto Cobra Azul), jantar na comunidade e filme/debate sobre Suaçuamussará.

Link Programação Completa:

file:///C:/Users/Kennedy%20Saldanha/Downloads/An%C3%BAncio%20-%20I%20Semin%C3%A1rio%20Povos%20Ind%C3%ADgenas%20do%20Cariri%20Cearens.pdf

Link para inscrição:https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSdpMj5M2Df64uaRRz4Y8K6VrRhxXO0YtMkyJovr57W_XiHuiA/viewform

Leia também



PATOM

Enquete