Iniciada simulação do financiamento e subsídio do Minha Casa, Minha Vida pela internet

As famílias que desejam adquirir casa própria por através do MCMV podem simular em qual faixa de renda se encaixam e o valor do subsídio a que tem direito.

No fim do mês passado foi lançada a terceira fase do Programa Minha Casa Minha Vida (MCMV). A terceira etapa do MCMV vai contratar mais dois milhões de unidades, em todo o País, até o fim de mandato da presidente Dilma Rousseff em 2018. Serão investidos R$ 210,6 bilhões, dos quais R$ 41,2 bilhões são do Orçamento Geral da União.

Agora, as famílias que desejam adquirir casa própria por através do MCMV já podem acessar o Portal para simular em qual faixa de renda se encaixam e o valor do subsídio a que tem direito. Com o objetivo de melhorar ainda mais o acesso e a transparência do Programa, o site reúne, ainda, informações necessárias para os cidadãos, empresas, gestores públicos e entidades, e oferece diversas funcionalidades para os futuros beneficiários.

Nessa fase do MCMV foi criada uma nova modalidade de atendimento, a Faixa 1,5 para atender famílias com renda intermediária entre as faixas 1 e 2 do Programa, ou seja, que ganham até R$ 2.350,00 e possuem capacidade de comprometimento de renda. Nesta modalidade, a família conta com subsídios e juros reduzidos para financiamento, com recursos do FGTS. No entanto, a forma de acesso ao Programa continua sendo por meio de cadastro junto aos órgãos de habitação municipais e estaduais.

Na página principal, basta inserir a sua renda familiar para fazer uma simulação diretamente no aplicativo. Contudo, para obter o financiamento e ter direito ao subsídio, a família deverá comparecer a uma agência da Caixa Econômica ou do Banco do Brasil levando os documentos necessários. A análise de crédito será feita pela instituição financeira e, somente após a aprovação, o cidadão pode adquirir o imóvel.

Ao final da simulação, se o futuro beneficiário já possuir um imóvel em vista, poderá emitir a Carta MCMV, com validade máxima de 60 dias, contendo o valor limite de subsídio de acordo com as informações preenchidas.

Com a Carta, os documentos pessoais e do imóvel a ser adquirido em mãos, o beneficiário deverá dirigir-se a uma agência ou correspondente do Banco do Brasil ou da CAIXA mais próximo para dar o início aos procedimentos de contratação do financiamento habitacional pelo Programa Minha Casa Minha Vida.

FOTO: JOTA LOPES/AGÊNCIA CARIRICEARA.COM

Com informações do Ministério das Cidades via APRECE.

Leia também



Multiservice - Fauston
Top Móveis_Crato Janeiro 2020

Enquete

Você acha que motoristas alcoolizados devem ser considerados criminosos?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...
© Copyright 2019 — Caririceara.com. Todos os direitos reservados