Iniciado I Ciclo de Debates sobre Alienação Parental, com temática pioneira de estudos na região

Iniciado I Ciclo de Debates sobre Alienação Parental, com temática pioneira de estudos na região (Copy)

Aberto na noite de quarta-feira o I Ciclo de Debates sobre Alienação Parental, um tema pioneiro que vem tendo as discussões ampliadas no Cariri com esclarecimentos sobre a melhor forma de trabalhar com as famílias diante de situações do gênero. Em auditório lotado com estudantes de Direito e profissionais da área, o evento foi aberto na Escola Violeta Arraes, com um debate multidisciplinar. O objetivo é trazer para a academia a temática da alienação parental e debater fora dos seus muros.

A Professora Ana Elisa Linhares de Meneses, subchefe de Departamento de Direito da URCA, o Professor Antônio Ambrósio de Oliveira, coordenador do Curso de Direito da Universidade, e o coordenador do grupo de Orientação Contra Alienação Parental do Cariri, Robson Gomes, estudante do Curso de Direito, entre outros convidados participaram da abertura.

O coordenador do curso destaca o papel da família na formação do ser humano, ao mesmo tempo em que ressalta o pioneirismo dos trabalhos que podem ser desenvolvidos a partir das discussões em torno da alienação parental, envolvendo uma visão técnica, jurídica, com conhecimento de causa.

Para o coordenador do grupo, Robson Gomes, o trabalho de orientação vem sendo desenvolvido através de debates nas escolas públicas, e mais de 400 pessoas tiveram acesso a essa temática, levando primeiramente os esclarecimentos do que significa, ampliando a discussão para casos, muitas vezes até polêmicos para tratar.

A Professora Ana Elisa afirma que o tema é muito mais recorrente do que se pensava, a partir do momento que se pensou trabalhar os casos. O grupo para os estudos foi formado desde o ano passado. A docente ressalta o trabalho, juntamente com o esforço dos alunos da URCA, pioneiro na região, em abordar esse tema.

o I Ciclo de debates é uma forma, segundo Robson Gomes, de dar uma dimensão maior e envolver um caráter multidisciplinar, para identificar muitas vezes a dimensão desses casos. Para isso, foram convidados a participar dos debates psicólogos, assistentes sociais, além de sociólogos para identificar aspectos relacionados à essa questão e os seus desdobramentos na vida de crianças e adolescentes inseridas nesse processo. O evento será encerrado hoje.

Leia também



WhatsApp Image 2022-06-20 at 16.09.29

Enquete