Insuficiência cardíaca pode ter sintomas corriqueiros; saiba identificá-los

No Brasil, por ano, são diagnosticados cerca de cem mil novos casos de insuficiência cardíaca, caracterizada pela incapacidade de o coração bombear sangue suficiente para nutrir o organismo. A detecção do problema, no entanto, nem sempre é simples, já que os sintomas se confundem com os de outras doenças. Por isso, é importante ficar atento a qualquer alteração, ainda que ela pareça corriqueira ou sem relevância.

A insuficiência cardíaca é considerada uma síndrome, já que afeta o organismo todo, fazendo aparecerem problemas no fígado, nos pulmões e nos rins, por exemplo. Trata-se da principal causa de hospitalização em pessoas com mais de 65 anos, as mais atingidas, e provoca de duas a três vezes mais mortes que cânceres avançados.

Segundo o cardiologista Denilson Albuquerque, a doença é a evolução de uma cardiopatia que não foi bem tratada — como enfarte, que leva à perda de parte do músculo cardíaco viável, ou hipertensão e miocardites, que podem comprometer a força contrátil do coração.

— Não fumar, controlar o peso e combater a hipertensão previne e trata as cardiopatias, o que também previne a insuficiência cardíaca — diz Albuquerque, chefe do serviço de cardiologia do Hospital Universitário Pedro Ernesto, da Uerj, e membro do Departamento de Insuficiência Cardíaca da Sociedade Brasileira de Cardiologia.

De acordo com o cardiologista Dirceu Rodrigues Almeida, professor da Universidade Federal de São Paulo, em mais de 90% dos casos, o diagnóstico da síndrome é clínico, mas exames como ecocardiograma podem ajudar. O tratamento é feito com medicamentos, que reduzem os sintomas e o risco de morte.

Foto: Divulgação

DO EXTRA Online

Leia também



Multiservice - Fauston
Top Móveis_Crato Janeiro 2020

Enquete

Você acha que motoristas alcoolizados devem ser considerados criminosos?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...
© Copyright 2019 — Caririceara.com. Todos os direitos reservados