Legislativos do Cariri se unem para garantir funcionamento dos hospitais de Barbalha

Legislativos do Cariri se unem para garantir funcionamento dos hospitais de Barbalha (2)

Uma reunião inédita na Câmara de Juazeiro reuniu nesta quinta-feira (20) vereadores dos municípios de Juazeiro, Crato, Barbalha, Missão Velha, Jardim e Farias Brito. O encontro deu continuidade às discussões iniciadas na última segunda-feira (17), na Câmara de Crato, em favor dos Hospitais São Vicente, Santo Antônio e o Hospital do Coração, de Barbalha, que passam por sérias dificuldades financeiras e atendem pacientes de toda a região do Cariri.

Representantes do Hospital do Coração relataram a real situação da unidade, apresentando os números deficitários e solicitando uma maior atenção. De acordo com o diretor João Correia Saraiva, o nosocômio não tem como prestar atendimento aos vários municípios com a quantidade de recursos que recebe e se não houver um incremento de verba, deixarão de receber pacientes.

Ele explica que após intensa movimentação da sociedade, que realizou manifestações e chamou a atenção para a causa dos hospitais, houve a garantia do Ministério da Saúde de liberação de recursos na ordem de quase R$ 11 milhões para as três unidades, mas o montante destinado ao Hospital do Coração foi de pouco mais de R$ 600 mil anual.

Para o Presidente da Câmara de Juazeiro Glêdson Bezerra foi um momento histórico e que deve ser sequenciando de ações efetivas “Temos o poder de reivindicar, cobrar, mobilizar e a partir disso sensibilizar os representantes com poder decisório”, ressalta Glêdson, adiantando que um documento com as sugestões saídas da reunião deve ser levado para o Senador Eunício Oliveira, representante maior do Estado no Congresso Nacional e aos Deputados cearenses. Uma Audiência também deve ser marcada com eles, na cidade de Barbalha, no próximo dia 13. Além de uma conversa com o Governador Camilo Santana.

Representando a União dos Vereadores do Ceará (UVC), o vereador Adauto Araújo ressaltou a importância do encontro e antecipou que a UVC também vai realizar um encontro regional e pediu engajamento dos parlamentares para continuarem as discussões importantes.

O vereador Darlan Lobo sugere um convênio dos municípios da macro região para sustentar os atendimentos, já que todos usam os serviços em Barbalha. De acordo com a proposta de Darlan, seria feito uma escala de mais populosos contribuindo de forma diferenciada. Se os 45 agregarem daria um montante mensal de quase R$ 1 milhão. Como medida efetiva já propôs uma comissão

Rafael Moreira, presidente da Câmara de Missão velha reconhece a importância dos hospitais de Barbalha que atende a demanda do seu município, que não dispõe de uma unidade. Para ele o segredo para resolver a situação é mesmo procurar os representantes do Estado, em Brasília.

Para o vereador Fernando Brasil, de Crato, não era pra ser preciso vereador ir pedir a deputados para conseguir verbas para os municípios, pois quando querem votos sabem vir à casa dos eleitores. “Eles sabem colocar os vereadores para pedir votos e na hora que precisa fazem política com o dinheiro do povo, prendendo verbas e se aproveitando da situação politicamente. Não temos que ir até eles, eles quem tem que vir até nós, saber o que precisamos”, reclama.

Estiveram ainda presentes os presidentes das Câmaras de Crato, Florisval Coriolano; Cícero Cagece, de Missão Velha; José Napoleão, da Câmara de Jardim e Deir da Catingueira, de Farias Brito, além dos vereadores João Ilânio, de Barbalha; Amadeu de Freitas, Thiago Esmeraldo, Renan, Pedro Lobo, Adil, Fernando Brasil e Vicencia Leandro do Crato e Tico da Serrinha.


Assessoria de Comunicação
Câmara de Juazeiro do Norte

Leia também



PATOM

Enquete