Mãe denuncia racismo em bilhete de escola sobre cabelo dos filhos

Noticias ao Minuto –

No recado que foi escrito pela coordenadora da escola onde estudam, em Duque de Caxias, os gêmeos Antônio e Benício, de 3 anos, havia um pedido para a mãe

Um bilhete anotado na agenda dos filhos causou indignação na mãe, a professora de música Débora Figueiredo. No recado que foi escrito pela coordenadora da escola onde estudam, em Duque de Caxias, os gêmeos Antônio e Benício, de 3 anos, havia um pedido para a mãe. 

"Olá, mamãe Débora! Peço-lhe se possível aparar ou trançar o cabelinho dos meninos, eles são lindos, mais (sic) eu ficaria mais feliz com o cabelo deles mais baixo ou preso", dizia o recado.

Segundo o Extra, Débora aproveitou o momento para desabafar no Facebook: "Como eu gostaria que meus filhos não passassem por nenhum tipo de preconceito, como eu gostaria de protegê-los desse mundo cruel, como eu gostaria de afastar gente ruim travestida de bonzinhos antes que eles tivessem o desprazer de ter contato. Meus filhos Antônio e Benício foram vítimas de preconceito por causa do cabelo deles, recebi essa mensagem na agenda escrita pela coordenadora da escola que até então tinha meu respeito, daqui em diante… Eu não posso protegê-los de tudo, mas sempre vou lutar por eles", disse ela.  

O  post de Débora viralizou e já contava com mais de 1.200 compartilhamentos até o momento em que esta matéria foi publicada

 

 

Leia também

Os comentários estão desabilitados.



Multiservice - Fauston
Top Móveis_Crato Janeiro 2020

Enquete

Você acha que motoristas alcoolizados devem ser considerados criminosos?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...
© Copyright 2019 — Caririceara.com. Todos os direitos reservados