Mãe e filho são assassinados a tiros na noite desta quarta-feira, em Juazeiro do Norte.

Mãe e filho são assassinados a tiros na noite desta quarta-feira, em Juazeiro do Norte. 19.Abril-17

A motivação para o crime ainda são desconhecidas, diz a policia.

DA AGÊNCIA CARIRICEARA
Jota Lopes – Foto recebidas via redes sociais.

Mãe e filho foram assassinados por dois homens usando capacetes na noite desta quarta-feira (28), em juazeiro do Norte. As vítimas foram identificadas como Maria Helena Figueiredo Tenório, 61 anos, a “dona Leninha”, e Ronicley Figueiredo de Lima, 21 anos, o “Roni”.

O crime aconteceu por volta das 22h00min na residência das vitimas, na Rua Teodomiro Rocha, bairro Timbaúbas. Segundo policiais militares que atenderam a ocorrência, os criminosos chegam numa moto de características não anotadas e adentraram a casa e sem qualquer discussão efetuando cerca de nove tiros no rapaz que morreu no local. O jovem foi atingido na cabeça, na região do tórax e outros nas pernas. A mãe ao tentar intervir a favor do filho foi baleada no ombro direito e socorrida por populares para o Hospital Regional do Cariri, falecendo ainda no setor de emergência.

Após a ação criminosa a dupla empreendeu fuga seguindo destino ignorado. A polícia não informou se as vítimas possuíam ou não antecedentes criminais. Diligencias foram efetuadas em torno do fato pela PM, mas até o fechamento dessa matéria os acusados permaneciam foragidos. Os corpos de mãe e filho foram encaminhados ao Núcleo de Ciências Forense (Antigo Instituto médico Legal-IML) regional do cariri para serem necropsiado e posteriormente liberados entregues aos familiares para serem sepultados. A motivação para o crime ainda são desconhecidas, diz a policia.

Com as mortes de “Heleninha” e “Roni” subiu para cinco o número de pessoas vítimas de crime de morte, em Juazeiro do Norte neste mês de abril e para quarenta e duas no ano no município. Antes a última pessoa ter sido assassinada foi o ex-presidiário,  Sebastião Alex Quintino dos Santos, vulgo “Alex das Malvinas”, 23 anos. Ele morava na Rua 17, casa 153, Bairro Malvinas, em Barbalha executado com tiros na cabeça. O crime aconteceu no final, da tarde desta terça-feira, dia 18 numa rua sem denominação situada por trás do loteamento Lagoa Seca 1, imediações do conjunto Cidade Kariris Residencial, entre os Bairros Cidade Universitária e Lagoa Seca.

©Todos direitos reservados a Caririceara.com. Este material não pode ser replicado na internet, sem autorização por escrito sob pena, de punição de acordo a Lei nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998 dos Direitos Autorais.

Leia também



PATOM

Enquete