Motociclista embriagado atropela e mata mulher de 70 anos no bairro São José, em Juazeiro do Norte

HRC (ambulância) - Foto reprodução - TV Verdes Mares Cariri

Acusado foi preso ainda em flagrante depois de ter sido detido por populares. Ele é funcionário de uma empresa do ramo de transporte de carga sediada em Juazeiro do Norte.

DA AGÊNCIA CARIRICEARA
Jota Lopes – Foto: Arquivo/ Caririceara.com

Uma mulher de 70 anos de idade morreu na noite desta sexta-feira (17) em Juazeiro do Norte (CE), após ter sido atropelada por um motociclista embriagado. O acidente aconteceu na Rua Zeferino Pedro dos Santos, em frente ao numeral 480, no bairro São José.

A aposentada Maria Aldenora Sousa Lima, de 70 anos de idade, morreu ao ser atropelada por um motociclista embriagado em Juazeiro do Norte (CE). Foto: Redes sociais

A aposentada Maria Aldenora Sousa Lima, que residia naquela mesma via, casa número 482 por volta das 19h20min, foi colhida violentamente por uma motocicleta Marca/Modelo Honda/NXR 150 Bros ES ano do modelo 2008 cor vermelha. Ela ainda chegou a ser socorrida por uma equipe do Samu ao hospital regional do cariri, mas não registrou as graves lesões sofridas, vindo a falecer no trajeto.

O veiculo atropelador era guiado por um funcionário de uma empresa do ramo de transporte de carga sediada em Juazeiro do Norte, que teve divulgado pela CIOPS Juazeiro do Norte apenas primeiro seu primeiro nome, Willame, de 35 anos de idade que acabou detido por testemunhas do atropelamento e entregue a polícia.

De acordo com o boletim policial enviado a imprensa, o acusado apresentava visíveis sinais de embriagues, fato comprovante mediante exame etílico realizando no núcleo de ciência de forense. Willame após ter sido ouvido pelo delegado plantonista na 20ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Juazeiro do Norte e autuado por homicídio culposo de transito, ficou recolhido em uma das celas daquela especializada para posteriormente ser encaminhado a cadeia pública do município onde ficará a disposição da justiça.

O corpo da aposentada foi recolhido pela pericia forense, para ser submetido à necropsia e posteriormente entregue aos familiares para providenciarem o sepultamento. Segundo informações, Maria Aldenora era tia de um delegado da Polícia Civil do cariri.

A republicação é gratuita desde que citada a fonte.

Leia também



PATOM

Enquete