MPCE e Diocese do Crato divulgam campanha “Mais Saneamento, Menos Mosquito” na região do Cariri

O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), através do Centro de Apoio Operacional de Proteção à Ecologia, Meio Ambiente, Urbanismo, Paisagismo e Defesa do Patrimônio Histórico, Artístico e Cultural (CAOMACE), está promovendo ações da campanha “Mais Saneamento, Menos Mosquito” na região do Cariri. O MPCE, em parceria com a Comissão de Justiça e Paz da Diocese de Crato e Secretaria das Cidades, está promovendo quatro encontros comunitários nos municípios de Barbalha, Milagres, Crato e Juazeiro do Norte.

Na terça-feira (5), as equipes estiveram pela manhã em Barbalha e no período da tarde em Milagres. A intenção é fazer ecoar na população a urgência em conter a proliferação do mosquito Aedes aegypti a partir do melhoramento das condições de saneamento ambiental, bem como a divulgação das medidas a serem adotadas pelo MPCE para conscientizar e fiscalizar a atuação no combate ao transmissor da dengue, zica e chikungunya. “A instituição Igreja, para nós, nesse momento da Campanha Ecumênica da Fraternidade, representa muito bem um parceiro, um colaborador de divulgação desse nosso projeto”, disse a coordenadora do CAOMACE, promotora de Justiça Jacqueline Faustino.

O mesmo pensamento foi compartilhado pelo coordenador diocesano de Pastoral, Padre Vileci Vidal, mediador do encontro, que, em sua fala de abertura, citou uma “crise de utopia” como ameaça à promoção de ações para melhorar o ambiente. No encontro, estava presente também a represente da Secretaria das Cidades do Estado, Marcella Facó, e representantes da Agência Reguladora do Ceará (ARCE) e da Companhia de Águas do Ceará (Cagece). Entre os participantes das palestras, representantes de associações, agentes comunitários, comunidades, escolas e pastorais da Igreja

Outros dois encontros devem acontecer nesta quarta-feira, dia 06, no auditório da Cúria Diocesana, em Crato, e em Juazeiro do Norte, no auditório Dom Pires, nas imediações da Basílica de Nossa Senhora das Dores. Os quatro eventos contam com programação semelhantes, com palestras que buscam abordar a problemática sob a perspectiva ética-cristã, face sua relação direta com a Campanha Ecumênica da Fraternidade 2016, e a perspectiva jurídica, por parte do MPCE. “O Ministério Público, ao falar sobre os direitos e obrigações na convivência social, lembra o Artigo 225 da Constituição Federal que claramente nos diz que o cuidado com o meio ambiente é um dever de todos”, afirma Jacqueline Faustino.

FOTO: Patrícia Mirelly/Diocese do Crato
Com informações da ASCOM/Diocese do Crato

Ministério Público do Estado do Ceará

Assessoria de Imprensa

 

 

 

 

 

 

Leia também



Multiservice - Fauston
Top Móveis_Crato Janeiro 2020

Enquete

Você acha que motoristas alcoolizados devem ser considerados criminosos?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...
© Copyright 2019 — Caririceara.com. Todos os direitos reservados