MPCE e PF adotam medidas para combater crimes eleitorais na véspera e no dia do pleito em Juazeiro do Norte

Eleicoes-JN

O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) participou de reunião na sede da Polícia Federal em Juazeiro do Norte, na tarde de ontem (28/09), para tratar do planejamento de medidas e ações para combater a propaganda irregular e os crimes eleitorais na véspera e no dia das Eleições, sobretudo crime de compra de votos, transporte irregular de eleitores, aglomerações de eleitores, “boca de urna” e o chamado “derrame de santinhos”.

Na ocasião, o MPCE foi representado pelos promotores Francisco das Chagas da Silva, titular da 28ª Zona Eleitoral, e Alessandra Magda, titular da 119ª Zona Eleitoral, ambas pertencentes a Juazeiro do Norte. Já a divisão da Polícia Federal no município foi representada pela titular, delegada Josefa Maria Lourenço da Silva, junto aos delegados Márcio Fernando Borges, Livio Araújo e Adnilson Maia.

Dentre as medidas que serão executadas pela PF estão a filmagem por meio de drone para demonstrar aglomerações de eleitores, “boca de urna” e possíveis compras de votos e a atuação de equipes volantes em alguns pontos da cidade durante a madrugada da véspera e do dia de Eleição. As atividades contarão ainda com o apoio de equipes da Polícia Militar e de outros órgãos de segurança atuantes no município de Juazeiro do Norte, bem como das Forças Armadas para a garantia da lei e da ordem durante a votação e a apuração das Eleições 2022. A partir disso, o Ministério Público poderá ajuizar ações eleitorais a fim de responsabilizar judicialmente pessoas eventualmente envolvidas em crimes eleitorais.

*MPCE

Leia também



PATOM

Enquete