Mulher é encontrada morta com profundo golpe de instrumento cortante de grande porte, tipo foice ou facão, à altura do pescoço e nuca, em Assaré

Mulher é encontrada morta com profundo golpe de instrumento cortante de grande porte, tipo foice ou facão, à altura do pescoço e nuca, em Assaré - Foto Caririceara.com
Mulher é encontrada morta com profundo golpe de instrumento cortante de grande porte, tipo foice ou facão, à altura do pescoço e nuca, em Assaré - Foto Caririceara.com

Corpo de Antônia Pereira de Oliveira estava caído numa uma vereda próximo a casa onde ela morava no Sítio Limão, a 08 km da sede do município.

DA AGÊNCIA CARIRICEARA
Redação – Foto: Caririceara.com

Uma mulher de 69 anos foi encontrada morta por volta das 20h30min desta quinta-feira (23), com um profundo golpe provocado por um instrumento cortante de grande porte, tipo foice ou facão, à altura do pescoço e nuca na zona rural de Assaré.

A vítima trata-se da aposentada, Antônia Pereira de Oliveira. A polícia apurou junto o marido dela o agricultor Antônio Alves de Oliveira do Carmo, que a mesma havia saído de casa no Sítio Limão, a 08 km da sede do município para a residência de um vizinho (não qualificado) e ao retornar por uma vereda, provavelmente fora atacada. O vizinho relatou que, de fato, a vítima estivera na sua residência e que poucos minutos após deixar a sua casa tomou conhecimento do fato.

O corpo foi locado por um homem conhecido como Cícero, o qual relatou que trafegava pela citada vereda em uma motocicleta, quando percebeu a vítima caída ao solo, tendo de plano, informado aos familiares que por sua vez informaram à polícia. O esposo da aposentada disse esta não tinha inimizades e não há nenhuma suspeição de quem possa ter cometido o crime.

Os policiais que atenderam a ocorrência apuraram que o local do fato é de pouca visibilidade, sobretudo, pelo avançar do horário e falta de iluminação pública, de maneira que o crime, a princípio, não deixou vestígio testemunhal. Acionou-se a Perícia Forense situada em Juazeiro do Norte, que designou uma equipe e o veículo rabecão a fim de executar o traslado do corpo para realização de exames periciais e outras providências.

A polícia de Assaré informou que não há indicativos de latrocínio. Diligencias continuam sendo efetuadas pela PM, com o fito de obter vestígios materiais e indicativos de autoria, e, por conseguinte realizar a prisão ou ao menos a identificação do (s) autor (es) do presente delito.

A republicação é gratuita desde que citada a fonte.

Leia também



PATOM

Enquete