No Cariri, maioria dos doadores são fidelizados.

Diário do Nordeste

Crato. No Hemocentro regional deste Município, existem mais de 1.780 doadores. Segundo a direção da unidade, 60% deles são fidelizados, número bem superior ao que preconiza o Ministério da Saúde. Segundo a coordenadora Fabíola Alencar, “a situação hoje do estoque de sangue é satisfatória”, uma vez que não há falta de nenhum tipo sanguíneo.
Ela explica que, para atender a grande demanda de toda região, o Hemocentro realiza periodicamente coletas externas e campanhas de conscientização, “sobretudo nas escolas, através de palestras alertando sobre a importância da doação de sangue”. Para suprir a carência natural de alguns tipos sanguíneos mais raros, como o AB, por exemplo, Fabíola Alencar conta que o núcleo acompanha de perto a situação do estoque e planeja ações com, pelo menos, um mês de antecedência.

O número de doadores cresceu nos últimos anos. De 2014 para 2015 esse universo saltou 8% e de janeiro de 2015 a janeiro de 2016, o incremento foi ainda maior, de 12%. Por mês, cerca de 1.750 bolsas são captadas pelo hemocentro. Deste total, 600 a 700 são direcionadas mensalmente para o Hospital Regional do Cariri (HRC). “Por isso não podemos dizer nunca que o estoque está bom. A demanda aqui no Cariri é muito alta e cresceu bastante após a instalação do HRC. Viramos referência na saúde e, portanto, devemos nos preocupar constantemente com o estoque”, complementou.

Leia também



Multiservice - Fauston
Top Móveis_Crato Janeiro 2020

Enquete

Eleitorado nas urnas: você é a favor do voto impresso?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...
© Copyright 2019 — Caririceara.com. Todos os direitos reservados