Nutrição em tempos de pandemia: mais alimentos naturais e ingestão de água

Nutricionista elenca as quatro leis da alimentação e recomenda as porções adequadas para cada item: de frutas a carnes e vegetais

Nesses tempos de pandemia, com as mudanças na vida de toda sociedade, tornou-se uma regra fundamental buscar um dia-a-dia cada vez mais saudável. Os novos hábitos devem levar em consideração a boa alimentação e exercícios adequados. Os alimentos naturais são a pedida, além de ingestão de líquidos, que estão entre as recomendações dos especialistas em nutrição.

Para a nutricionista da Estácio, Patrícia Dore, coordenadora do curso de Nutrição em Juazeiro do Norte, uma dieta saudável deve seguir as quatro leis fundamentais da alimentação, que são as seguintes: leis da quantidade, qualidade, harmonia e adequação. Para ela, sem dúvida, o nutricionista está apto a elaborar um cardápio personalizado, seguindo essas leis e, assim, proporcionar um equilíbrio energético, bem como nutricional que vai além das “dietas da moda”, que prometem resultados surreais em um pequeno intervalo de tempo, gerando descontroles metabólicos e vários prejuízos à saúde.

Outra recomendação importante, afirma Dore, é a ingestão de bastante água, além de variar os alimentos de origem animal e vegetal, onde deve-se usar de três a cinco porções de frutas por dia, umas duas a três porções de vegetais diariamente, uma a duas porções de alimentos de origem animal e de quatro a seis porções de alimentos, como cereais e tubérculos. Associado a isso a atividade física regular.

Já em relação a esse momento da pandemia, ela destaca as condições favoráveis ao hábito de usar mais alimentos naturais ao invés de industrializados, uma vez que há possibilidade de preparar nossas refeições. “Assim, desembalar menos e descascar mais nos trará grandes oportunidades de criarmos laços familiares, além de desenvolvermos um hábito antigo que é o prazer de nós e nossa família degustarmos os alimentos que preparamos”, afirma. Com uma alimentação mais natural e mais relacionamento familiar, poderemos proporcionar qualidade de vida e alimentação equilibrada em meio à pandemia, o que é fundamental para lidar melhor com a situação.

O Cariri tem aproveitado a oportunidade de avançar no conceito de uma boa nutrição, mediante a orientação profissional. Conforme a coordenadora explica, na área há um espaço bem mais amplo de atuação, com os hotéis e restaurantes, incluindo pratos com comidas típicas regionais, até na assistência nutricional e dietoterápica e auditoria em nutrição. Patrícia Dore ainda pontua que a nova realidade vem proporcionando a ampliação dos espaços de atuação para os profissionais nutricionistas, além de ser uma forma de valorizar a profissão.

Outro aspecto importante no que diz respeito à área de nutrição, são às leis que regulamentam a profissão, a exemplo da nº 8.234, que trata das atividades obrigatórias e privativas do nutricionista. “Agora, podem ser seguramente respeitadas, uma vez que os profissionais estarão preparados para atuar, principalmente o egresso da Estácio, que conta com ensino de qualidade e com ferramentas físicas e virtuais que se destacam durante todo processo de aprendizagem, contribuindo para que o futuro profissional exerça seu papel integralmente e com excelência”, enfatiza Dore.

*Elizangela Santos

Leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Multiservice - Fauston
Top Móveis_Crato Janeiro 2020

Enquete

Qual sua avaliação das ações do governo do presidente Jair Bolsonaro?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...
© Copyright 2019 — Caririceara.com. Todos os direitos reservados