Paciente é retirado de ambulância e executado tiros em Crato.

A vítima estava sendo transferida de um dos hospitais do Crato para o de Campos Sales. (Fotos: Agência Caririceara.com)

Um crime de morte foi registrado na noite desta quarta-feira, dia 25 na zona rural do Crato.  José Lopes da Silva, 51 anos, o "Zé Danga" como era mais conhecido, e que residia na Rua Vicente Alexandrino, 639 na cidade de Campos Sales-CE foi executado com vários disparos de arma de fogo por volta das 20 horas. O homicídio aconteceu às margens da CE 292 à altura do sítio Mané Coco, na chapada do Araripe. A patrulha  policial militar CP 2285, soldados Nere e  Nogueira após ter sido avisada do ocorrido compareceu ao local e isolou a área até a chegada da equipe da perícia forense que fez o traslado do corpo para ser necropsiado.

De acordo com informações da CIOPS Crato, “Zé Danga” viajava numa ambulância do hospital municipal de Campos Sales como paciente procedente de um dos hospitais da cidade do Crato para aonde havia sido socorrido, dia 08 deste mês de maio após ter sido baleado quando se encontrava no Bar da Miúda em Campos Sales, durante uma de troca de tiros entre bandidos e policiais que resultou na morte do soldado da Policia militar do Ceará José Roberto Lemos Soares, o Sd. Lemos, 25 anos de idade que residia em Juazeiro do Norte que e lotado no agrupamento do RAIO, e lesões em um dos um dos acusados, identificado por Luan Teixeira, 26 anos que morava na cidade de Arco Verde-PE  o qual chegou a ser socorrido por uma ambulância para o Hospital Regional do Cariri, mas que foi abordado no caminho por dois homens  até então desconhecidos que vieram a disparar três  tiros de escopeta calibre 12 contra o lesionado que teve morte instantânea.

O motorista da ambulância, identificado apenas por Raimundo disse a polícia,  guiava o veiculo quando a  aproximadamente cinco quilômetros depois do triangulo que dá acesso a rodovia estadual CE 292, foi abordado por alguns indivíduos encapuzados ocupantes de uma Toyota Hylux e demais características não anotadas que sequestraram o paciente e ordenaram que ele seguisse em frente, quando ouviu vários estampidos de arma de fogo e prosseguiu a viagem com destino a Campos Sales onde informou o ocorrido a direção do hospital que informou o fato a policia.

Em seu boletim enviado a imprensa, a polícia não informou se “Zé Danga” possuía antecedentes criminais. A viatura militar que atendeu a ocorrência fez diligências em torno do fato, mas sem êxito em identificar e prender os acusados.

Por: Jota Lopes/Agência Caririceara.com

Leia também



Multiservice - Fauston
Top Móveis_Crato Janeiro 2020

Enquete

Você acha que motoristas alcoolizados devem ser considerados criminosos?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...
© Copyright 2019 — Caririceara.com. Todos os direitos reservados