Padrasto espanca bebê até a morte por causa do choro da criança em Sobral

Um bebê de um ano e dois meses foi espancado até a morte pelo padrasto, em Sobral. O homem foi preso em flagrante nesta terça-feira, 8, e confessou o crime, alegando ter sido motivado pelo incômodo do choro da criança.

De acordo com informações da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), o padrasto da criança é Antônio Erimar Doreteu Rocha, 20 anos. Ele não possuía antecedentes criminais. A bebê foi identificada como Vitória Glória Tavares Rocha.

O crime ocorreu por volta das 23h30min desta segunda-feira, 7. Cerca de duas horas depois, o suspeito foi até a delegacia solicitar a guia cadavérica do corpo, informando que a criança havia caído da cama e, consequentemente, morrido. Segundo a SSPDS, os policiais foram até o Hospital Regional, onde o corpo da vítima estava, verificar o fato. Lá, receberam informações de que a menina tinha dado entrada no local morta, com marcas de espancamento pelo corpo.

Ao ser questionado pela Polícia, Erimar confessou o crime e falou sobre a motivação. Os dois estavam sozinhos na casa da família, no bairro Terrenos Novos.

A mãe da vítima está em outro hospital da cidade, com o outro filho – recém nascido. Antônio Erimar foi autuado por homicídio triplamente qualificado por motivo fútil e meio cruel, com base no Artigo 121 do Código Penal.

O Povo

Leia também



Multiservice - Fauston
Top Móveis_Crato Janeiro 2020

Enquete

Qual sua avaliação das ações do governo do presidente Jair Bolsonaro?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...
© Copyright 2019 — Caririceara.com. Todos os direitos reservados