Paraibano foi morto e dois saíram feridos em Campos Sales durante intervenção policial na madrugada desta quarta-feira

DA AGÊNCIA CARIRICEARA
Jota Lopes – Foto: Ilustração

Um homem morreu e dois saíram baleados na madrugada desta quarta-feira (01), durante intervenção policial em Campos Sales, no cariri cearense. As informações são de que o fato ocorreu por volta de 01h10min, na BR 230 entrada da cidade durante uma blitz preventiva realizada pela policia militar.

Um veículo de modelo Corolla de cor branca com quatro homens, furou o bloqueio policial. Diante da ação dos suspeitos, os militares deram inicio a uma perseguição quando em dado momento o automóvel por pouco não colidiu com a  viatura da PM, tendo os policiais efetuado disparos contra o veiculo atingindo um passageiro a altura do abdômen, este identificado por José Messias Guedes Oliveira, 35 anos com residência na rua professora Cristina Lima, Bairro Salgadinho, em Patos-PB que morreu na hora, um identificado por Wendel baleado de raspão na cabeça e  pescoço e outro de nome Josean Leite de Oliveira, 38 anos alvejado no dedo polegar da mão esquerda e perna direita, próximo ao joelho.

A vítima de nome Josean registrou boletim de ocorrência na Delegacia Regional de Policia do Crato. Em seu depoimento na 19ª DRPC, ele relatou que juntamente com as demais vítimas procediam da cidade onde residem, Patos, no estado da Paraíba com destino a São Luiz no Maranhão onde participariam de um  torneiro de sinuca levando quatro tacos e suas  malas individuais no automóvel guiado pela pessoa de nome Gutiele que saiu ileso na ocorrência.

Josean disse que por volta de meia-noite pararam em posto de combustível no trevo do município de Nova Olinda-CE, para pedirem informações ao frentista de qual seria o destino para Picos-PI, bem como para irem ao banheiro e lancharem. Em seguida, ele e os três amigos foram com destino a Campos Sales vindo no percurso o mesmo adormecer se acordando já na cidade de Campos Sales ao ouvir vários estampidos de arma de fogo.

Ainda de acordo com o relado da vítima, após o tiroteio o motorista do Corolla parou o veículo ao lado  da igreja na entrada da cidade, momento que foram cercados por cerca de cinco viaturas policiais que ordenaram que todos descessem do automóvel com as mãos para cima e deitassem no chão ocasião em que a mesma juntamente com o motorista e Wendel disseram aos militares que todos eram trabalhadores e pais de família, quando observaram que a vítima fatal estava inconsciente.  Josean acrescentou que os militares ao perceberem o engano, trataram de socorrer os baleados para o hospital de Campos Sales, no entanto José Messias já chegou na unidade hospitalar sem vida.

Segundo ele os policiais informaram que tinham sinalizado perguntando ao condutor do carro por não tinha parado, tendo o motorista dito que não tinha visto sinalização de parada. Ainda de acordo com Josean, ouviu de um dos PMs que estes receberam uma denuncia através de ligação telefônica de um frentista do posto de combustível de Nova Olinda, que cinco homens armados de fuzis estariam num veiculo Corolla indo com destino a Campos Sales o que contribuiu para ação policial.

Após o tiroteio o automóvel ficou com  as três rodas estourada, bem como perfurações em toda lataria. Josean finalizou seu depoimento a policia civil afirmando, que  acredita não ter morrido por pura sorte, haja vista a quantidade imensa de disparos em que o carro fora atingido.

A republicação é gratuita desde que citada a fonte.

Leia também



Multiservice - Fauston
Top Móveis_Crato Janeiro 2020

Enquete

Qual sua avaliação das ações do governo do presidente Jair Bolsonaro?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...
© Copyright 2019 — Caririceara.com. Todos os direitos reservados