Polêmicas marcam retorno dos vereadores nas cidades do Crajubar

As Câmaras de Vereadores de Crato, Juazeiro do Norte e Barbalha estão de volta às atividades parlamentares e prometem sessões recheadas de tensões e polêmicas. Entre as principais discussões nas Casas Legislativas, estão o escândalo das novas diárias em Juazeiro e as diárias rurais no Crato. Em Barbalha, o clima é tenso com a perspectiva de ofensiva da oposição contra projetos do Poder Executivo.

Os projetos do prefeito Argemiro Sampaio (PSDB) deram entrada na Câmara de Barbalha durante o recesso e devem ser lidos na sessão do dia 3 de agosto, a primeira do segundo semestre. Entre os projetos se destacam uma orientação do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) sobre as mudanças no Controle Interno do Município. Mas a polêmica deve ficar com o projeto que prevê a isenção de ISS para empresas locais e em instalação em Barbalha.

O presidente da Câmara, vereador Veve Siqueira (PP), observa que os projetos devem seguir para as comissões e depois voltarem ao Plenário. Veve acredita que a discussão será acalorada, mas garante que o debate será conduzido de forma madura, como tem feito com outros projetos. A oposição já se prepara para discutir o projeto.

O vereador Rildo Teles (PMDB), articulador da base do prefeito Argemiro, disse esperar mais compreensão da oposição em relação aos projetos da atual administração. Para Rildo, em alguns momentos, a oposição tem agido pela emoção, deixando de lado as questões legais e técnicas, além da necessidade da população.

No início desse segundo semestre, a Câmara do Crato segue enfrentando investigações do Ministério Público do Estado (MP). A atual gestão do presidente Florisval Coriolano (PSDC) teve pedido de afastamento e o MP continua investigando a concessão de diárias rurais para vereadores que residem na sede do Município. Pelo menos três vereadores são investigados por fraude na concessão das diárias rurais.

Ao Jornal do Cariri, o presidente Florisval garantiu que fez tudo dentro da lei e pelo bom funcionamento da Casa. Sobre as dispensas de licitações, que envolve o sistema que faz a prestação de contas da Câmara, Florisval disse que havia necessidade para o funcionamento da Casa. Em relação ao pedido de afastamento, o presidente disse que não recebeu nenhuma comunicação oficial sobre o assunto. Florisval fez questão de enfatizar a boa gestão dos recursos, o que gerou uma economia de R$ 500 mil a serem investidos na nova sede da Casa Legislativa.

Florisval informou que a discussão está adiantada com Executivo, que deve fazer a doação de uma área próxima ao Tiro de Guerra. A novidade é que a Câmara teria desistido de mudar para o prédio da antiga Justiça do Trabalho. A Câmara do Crato que voltava as atividades nesta terça-feira, 1º de agosto suspendeu a sessão de hoje.

Na Câmara de Juazeiro do Norte, a principal discussão deve acontecer em torno da aprovação do Projeto de Lei que regulamenta os novos valores das diárias. Aprovado por 14 dos 21 parlamentares, o projeto foi assinado pelo 1º vice-presidente da Casa, vereador Marcio Joias (PDT), antes de ser enviado a sansão do prefeito Arnon Bezerra (PTB). O presidente Gledson Bezerra (PMN) declarou ser contrário ao projeto. O prefeito Arnon ainda não se manifestou sobre o assunto.

Os vereadores juazeirense devem ser pressionados a se manifestarem sobre a greve dos servidores. O movimento deve atingir a educação e caminha sem solução entre a gestão municipal e o Sindicato dos Servidores Municipais. O prefeito Arnon garante que o Município não tem condições de conceder o aumento solicitado pelo Sindicato. Além das tensões, investigações e polêmicas, os vereadores do Crajubar terão que enfrentar a avaliação

Com informações do Jornal do Cariri

Leia também



Multiservice - Fauston
Top Móveis_Crato Janeiro 2020

Enquete

Qual sua avaliação das ações do governo do presidente Jair Bolsonaro?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...
© Copyright 2019 — Caririceara.com. Todos os direitos reservados