Polícia Civil apreende 1.600 gramas de cocaína e 360 de crack em Juazeiro do Norte

Jessica Talita Nascimento da Silva,23 anos E Carlos Henrique dos Santos Correia, foto Agência Caririceara.com

DA AGÊNCIA CARIRICEARA
Redação – Foto: Arquivo/ Caririceara.com

Uma mulher de 23 anos e um homem de 22 foram presos em flagrante na manhã desta terça-feira (02) após serem flagrados com cocaína e crack no terminal rodoviário de Juazeiro do Norte.

Na ação policial foram apreendidos 1.600gr de cocaína e 360 de crack, bem como a quantia de R$470,00. Foto: Agência Caririceara.com

Segundo a Polícia Civil, agentes do núcleo de combate ao tráfico de drogas da 20ª Delegacia Regional de Policia Civil foram após trabalho investigado se dirigiram até a rodoviária com intuito de averiguar denúncias de tráfico onde abordaram Jessica Talita Nascimento da Silva, e Carlos Henrique dos Santos Correia, vindo a encontrar 01Kg de cocaína. Segundo os policiais que atenderam a ocorrência, na bolsa da mulher havia uma passagem de Fortaleza-Juazeiro, sendo que a mesma acabara de desembarcar na cidade com a droga.

Já em poder do homem foi encontrada chaves de um imóvel situado na Avenida 31 de Março, bairro Jardim Gonzaga ocasião em que os policiais se deslocaram até a casa e encontraram outras porções de cocaína e crack além de 04 balanças de precisão. Ao total foram apreendidos 1.600gr de cocaína e 360 de crack, bem como a quantia de R$470,00.

Ao término das diligências os presos foram encaminhados até a 20ª DRPC e lavrado auto de prisão por tráfico e associação para o tráfico. Em seguida Jessica  e Carlos foram levados para Cadeia Pública. O casal posteriormente e vai passar por audiência de custódia. A pena prevista para este crime é de cinco a 15 anos de reclusão.

A republicação é gratuita desde que citada a fonte.

—————
SERVIÇO:
A Polícia Civil ressalta seu compromisso com a sociedade e solicita que cidadãos contribuam com a segurança pública por meio de denúncias de crimes ou autores de delitos ligando ou encaminhando mensagens através do número 88 99997.7275 (WhatsApp), assegurado o sigilo da fonte.

Leia também



PATOM

Enquete