Polícia Civil cumpre mandado de prisão preventiva em desfavor de indiciado por homicídio em Crato

José Rayallisson Leonel da Silva, 21 anos já possui mais de 17 cadastros como indiciado/investigado nos mais variados crimes, dentre eles, homicídio, tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo e outros, diz a Polícia Civil. Foto: Arquivo/Agência Caririceara.com
José Rayallisson Leonel da Silva, 21 anos já possui mais de 17 cadastros como indiciado/investigado nos mais variados crimes, dentre eles, homicídio, tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo e outros, diz a Polícia Civil. Foto: Arquivo/Agência Caririceara.com

Crime aconteceu em março de 2020 na Avenida José Alves de Figueiredo, ao lado da igreja de Nossa Senhora de Fátima, bairro Pimenta em Crato.

DA AGÊNCIA CARIRICEARA
Redação – Foto: Arquivo/ Caririceara.com

A Polícia Civil, por meio do Núcleo de Homicídio e Proteção à Pessoa – NHPP da Delegacia Regional de Crato-CE efetuou nesta sexta-feira (08), o cumprimento de mandado de prisão preventiva em desfavor do indiciado por crime de homicídio, José Rayallisson Leonel da Silva, apelidado por “Zé de Zinha” de 21 anos.

De acordo com as investigações, no final da noite do dia 10 de março de 2020 “Zé de Zinha” juntamente com três comparsas executaram com vários tiros na cabeça a pessoa Luiz Carlos Silva Santos, de 21 anos que morava na Rua São Bento, Bairro Alto da Penha, em Crato o qual já possuía diversas passagens policiais. O crime aconteceu na Avenida José Alves de Figueiredo, ao lado da igreja de Nossa Senhora de Fátima, no bairro Pimenta.

Saiba mais 

Na época do crime, após diligências e análises de câmeras de segurança a Polícia Civil identificou “Zé de Zinha” que confessou a autoria do assassinato, apontando seus comparsas, sendo dois menores e um maior de idade. Em ato contínuo a autoridade policial representou pela prisão preventiva do suspeito. Depois do cumprimento do mandado de prisão, expedido pela 1ª Vara Criminal de Crato-CE, o infrator foi submetido aos procedimentos de praxe e encontra-se à disposição da justiça.

A Polícia Civil ainda informou durante os trabalhos investigados, foi apurado que “Zé de Zinha” também é apontado como chefe de uma gangue que age no Bairro Mutirão e adjacências. Ele já possui contra si, mais de 17 cadastros como indiciado/investigado nos mais variados crimes, dentre eles, homicídio, tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo e outros. Em relação aos outros comparsas, todos já identificados, as medidas cabíveis estão sendo providenciadas.

Reprodução autorizada mediante citação da Agência Caririceara

Leia também



PATOM
WhatsApp Image 2022-07-28 at 08.57.10

Enquete