Polícia Civil de Barbalha elucida crime de morte em que foi vítima adolescente de 14 anos

Investigações desmentem versão registrada no boletim de ocorrência pelo padrasto do adolescente Maxson Millyan de Oliveira Sousa, de 14 anos. Foi apurado pela Policia Civil, que o jovem foi executado com tiro na cabeça por um irmão seu de 16 anos.

DA AGÊNCIA CARIRICEARA
Jota Lopes – Foto: Arquivo/ Caririceara.com

A Polícia Civil por intermédio da Delegacia Municipal de Barbalha elucidou o homicídio do adolescente Maxson Millyan de Oliveira Sousa, de 14 anos o qual morreu no início da madrugada desta quarta-feira (23) após ter sido internado no dia de ontem no Hospital Santo Antônio de Barbalha em razão de ter sido alvejado com um disparo de arma de fogo na cabeça.

O caso foi registrado como latrocínio, uma vez que, segundo o padrasto do jovem assassinado, responsável por registrar a ocorrência na DP, a vítima estaria na calçada de casa na rua Dr. Antonio Correia Sarava, 573, Vila Santo Antonio, em Barbalha utilizando o telefone celular quando indivíduos não identificados teriam subtraído o referido aparelho e executado o seu enteado com um tiro na cabeça.

SAIBA MAIS

Em diligências realizadas no local do crime a Polícia Judiciária observou a inexistência de marcas de sangue na rua e na calçada, razão pela qual desconfiou da versão constante no boletim de ocorrência e solicitou autorização para entrar no imóvel, constatando que o disparo teria ocorrido na sacada localizada no andar superior da residência, tratando-se de um homicídio, ação criminosa praticada por irmão da vítima, um também adolescente, este de 16 anos, de iniciais M.S.F, . O suspeito foi apresentado na delegacia onde foram adotados os devidos procedimentos.

Reprodução autorizada mediante citação da Agência Caririceara

Leia também



Multiservice - Fauston
Top Móveis_Crato Janeiro 2020

Enquete

Qual sua avaliação das ações do governo do presidente Jair Bolsonaro?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...
© Copyright 2019 — Caririceara.com. Todos os direitos reservados