Polícia Civil deflagra 2ª fase da “Operação Salus” de combate à corrupção; Alvos são 14 empresas

Foto: Polícia Civil do Ceará/Divulgação
Foto: Polícia Civil do Ceará/Divulgação

Ao todo, 105 policiais civis cumprem 77 mandados judiciais, sendo 30 de busca e apreensão e 47 de sequestro patrimonial, nos municípios de Juazeiro do Norte, Crato, Barbalha, Altaneira, Assaré, Araripe e Caucaia. Foi ordenado o bloqueio nas contas de R$ 7.165.000,00 (sete milhões e cento e sessenta e cinco mil).

A Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE) deflagrou, nas primeiras horas desta quinta-feira (02), a 2ª fase da “Operação Salus”, com o objetivo de desarticular uma possível organização criminosa envolvida na prática dos crimes de apropriação de bens ou rendas públicas e ordenação de despesas em desacordo com as normas financeiras, fraude à licitação, corrupção ativa e passiva e lavagem de dinheiro, ocorridos no âmbito da Prefeitura Municipal de Altaneira/CE.

No decorrer da investigação, apurou-se um suposto esquema de fraudes nos procedimentos licitatórios e na contratação direta para aquisição de bens e serviços, com a finalidade de desviar recursos públicos de diversas secretarias e atuação estruturalmente ordenada para dar aparência de legitimidade às licitações e contratações diretas, beneficiando determinadas empresas, além dos indícios de pagamentos por produtos não adquiridos e serviços não prestados.

Veja o vídeo:

Ao todo, 105 policiais civis cumprem 77 mandados judiciais, sendo 30 de busca e apreensão e 47 de sequestro patrimonial, nos municípios de Juazeiro do Norte, Crato, Barbalha, Altaneira, Assaré, Araripe e Caucaia. Nessa fase, são investigadas 14 empresas de variados ramos empresariais e foi ordenado o bloqueio nas contas de R$ 7.165.000,00 (sete milhões e cento e sessenta e cinco mil). A operação está em andamento. Mais informações serão repassadas ao longo do dia.

*Com informações da Polícia Civil do Ceará

Leia também



PATOM
WhatsApp Image 2022-07-28 at 08.57.10

Enquete