Polícia Civil do Cariri prende foragido da justiça dos estados da Paraíba, São Paulo e Rondônia

Francisco Vieira Barros, 49 anos JN 05.09.2019 Fotos Redes sociais

Francisco Vieira Barros, 49 anos, possuía mandados de prisão por tráfico de drogas, homicídio e organização criminosa. No momento em foi preso ele ofereceu aos policiais a quantia de R$ 50.000,00 (cinquenta mil reais) para ser liberado.

DA AGÊNCIA CARIRICEARA
Jota Lopes – Foto: Redes sociais

Um homem acusado de envolvimento com tráfico interestadual de drogas, homicídio e de ser integrante de organização criminosa e possuí influência/ramificações em diversos estados brasileiros, do Norte ao Sul foi preso pela policia Civil na tarde desta quinta-feira, 05, no bairro Triângulo, em Juazeiro do Norte (CE). O suspeito identificado como Francisco Vieira Barros, 49 anos, natural da Paraíba, apelidado por “Véi”, “Ferrugem” e “Sólon” é foragido da justiça dos estados da Paraíba, São Paulo e Rondônia.

Segunda polícia, ele possuía mandados por tráfico de drogas, homicídio e organização criminosa. A prisão foi efetuada por investigadores do Núcleo de Combate ao Tráfico de Drogas da 20ª Delegacia Regional de Polícia Civil juazeirense.

No momento de sua prisão, o homem não esboçou reação e chegou a apresentar identidade falsa. Quando os policiais chegaram a sua verdadeira qualificação, o preso ofereceu a quantia de R$ 50.000,00 (cinquenta mil reais) para ser liberado. Além do mandado de prisão, Francisco Vieira Barros fora autuado por falsa identidade, corrupção ativa e posse de arma de fogo, já que estava armado. O mesmo chamou atenção por sua frieza e tranquilidade diante dos policiais. Após autuação fora encaminhado à Cadeia Pública de Juazeiro do Norte onde permanece à disposição das justiças cearense, paulista, paraibana e rondonense.

Quando esteve preso em presídio no estado de Rondônia, Francisco Vieira conseguiu driblar o sistema penitenciário e fugir. Até esta data estava foragido. Ele é considerado de alta periculosidade. No ano de 2014, fora preso por agentes federais da Delegacia de Narcóticos da Polícia Federal na capital Porto Velho/RO.

A republicação é gratuita desde que citada a fonte.

Serviços:

A Polícia Civil ressalta seu compromisso com a sociedade e solicita que cidadãos contribuam com a segurança pública por meio de denúncias de crimes ou autores de delitos ligando ou encaminhando mensagens através do número 88 99997.7275 (WhatsApp), assegurado o sigilo da fonte.

Leia também



PATOM

Enquete