Polícia Civil do Crato prende dupla acusada de matar o barraqueiro Marquinhos do filhóis.

O crime aconteceu na noite do último dia 12, no bairro Alto da Penha, em Crato. Fotos: Agência Caririceara.com

No final da manhã desta terça-feira (28), em cumprimento a mandado de prisão expedido pelo MM Juiz de direito Luís Sávio Bringel, a polícia civil de Crato prendeu dois homens acusados de homicídio.  Edson Cândido do Nascimento, mais conhecido por “Nonato” e Jeferson Pereira de Sousa, residentes na Rua Padre Ibiapina, 1110, Alto da Penha. Os dois  são apontados da autoria do crime de morte ocorrido na noite do último dia 12/06, no Bairro Alto da Penha, em que teve como vítima o  barraqueiro Antonio Marcos de Lima, 40 anos, o Marquinhos do filhós que morava na rua Padre Ibiapina, 928 naquele bairro assassinado a bala.   

No dia do crime  Marquinhos do filhóis se encontrava por volta das 19 horas no interior de uma residência pertencente  a senhora conhecida por "Maria Fuzil" na rua Padre Ibiapina, 1002 na comunidade denominada de Morro do Piolho, no Alto da Penha na companhia de Jonas Alves da Silva, 23 anos,  residente na Rua Rosa Ferreira Nobre, 53, Bairro Vitória Nossa, quando  segundo foi apurado pela policia, os dois foram surpreendidos pelos acusados que teriam invadido a casa pela porta da frente efetuando disparos de arma de fogo.

Durante o tiroteio, Jonas saiu lesionado na coxa direita, mas ainda revidou para em seguida fugir pelas portas do fundo da casa, e procura atendimento médico no Hospital são Francisco, enquanto Marquinhos do filhós morria no local ao ser atingido com um tiro no ombro esquerdo e outro no tórax. A polícia afirmou que  Marquinhos do filhós possuía antecedentes criminais por tentativa de homicídio e ameaça

As viaturas de serviço da PM que estiveram no local do crime conseguiram identificar os acusados que tiveram suas prisões decretadas pela justiça o que acabou acontecendo nesta terça-feira. Após serem presos, Nonato e Jeferson foram ouvidos na delegacia regional de policia civil do Crato, em seguida levados ao Núcleo de perícia Forense para exame de corpo delito e depois encaminhados a cadeia publica local aonde ficaram a disposição da justiça.

Por: Jota Lopes/Agência Caririceara.com

Todos direitos reservados a Caririceara.com. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização sob pena, de punição de acordo a Lei dos Direitos Autorais. 

Leia também



Multiservice - Fauston
Top Móveis_Crato Janeiro 2020

Enquete

Eleitorado nas urnas: você é a favor do voto impresso?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...
© Copyright 2019 — Caririceara.com. Todos os direitos reservados