Polícia Civil do Crato prende suspeito de participar de homicídio ocorrido no Conjunto Novo Crato

WhatsApp Image 2022-03-01 at 11.35.04

Justiça também decretou a prisão do coautor do crime, o qual já se encontrava preso em flagrante por outro delito.

DA AGÊNCIA CARIRICEARA
Jota Lopes – Foto: Redes sociais

Agentes do Núcleo de Homicídios e Proteção à Pessoa – NHPP da Delegacia Regional de Polícia Civil do Crato capturaram nesta terça-feira (1), um homem foragido da Justiça do município. De acordo com a Polícia, ele é suspeito de participação no homicídio de Carlos Fabrício Albino Lopes, de 23 anos o “Fabrício” como era mais conhecida a vítima, morto a tiros.

O crime ocorreu no início da noite dia 26 de março de 2021, nas imediações da casa onde o jovem assassinado residia na Rua Roberto Marinho, Conjunto Novo Crato. Na ocasião, dois indivíduos que trafegavam a pé abordaram Fabrício quando após uma discussão banal praticaram o homicídio fugindo em seguida tomando destino ignorado, enquanto a vítima morria no local. Segundo a Polícia, “Fabrício” era investigado por crimes de tráfico de drogas e furtos.

SAIBA MAIS

Assim que o assassinato foi noticiado à delegacia, policiais civis do Núcleo de Homicídios e Proteção à Pessoa – NHPP da Delegacia Regional de Crato deram início as investigações que culminaram na identificação da dupla acusada e representado judicialmente pela decretação da prisão dos suspeitos.

Na manhã desta terça-feira, em posse do mandado de prisão expedido pela justiça cratense, investigadores da 19ª DRPC localizaram o indiciado, Antônio Ferreira da Silva, vulgo “Netinho” no bairro Zacarias Gonçalves (Matadouro), O homem foi preso e levado à delegacia para tomadas das medidas legais. Segundo a Polícia Civil, o poder judiciário também decretou a prisão de Anderson Romualdo, investigado por coautoria do homicídio, o qual já se encontrava preso em flagrante por outro crime.

A Polícia Civil ressalta que a população pode contribuir com as investigações repassando informações que possam auxiliar os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas pelo número 88-3102.1285, que é o WhatsApp do Núcleo de Homicídios e Proteção à Pessoa – NHPP da Delegacia Regional de Crato, por onde podem ser feitas denúncias via mensagem. O sigilo e o anonimato são garantidos

Reprodução autorizada mediante citação da Agência Caririceara

Leia também



PATOM
WhatsApp Image 2022-07-28 at 08.57.10

Enquete