Polícia Civil prende suspeito do assassinato de mecânico no Pantanal em Crato

Cícero Roberto da Silva Gomes preso acusado de homicídio em Crato – Foto: Redes Sociais
Cícero Roberto da Silva Gomes preso acusado de homicídio em Crato – Foto: Redes Sociais

Homicídio ocorreu na tarde do domingo, dia 7, de junho de 2020 no bairro Pantanal, em Crato. Vandeilton de Lemos Bento, de 30 anos, o “Jackie Chan” como era apelidado a vítima, foi morto a tiros.

DA AGÊNCIA CARIRICEARA
Jota Lopes – Foto: Redes sociais

Um homem identificado como Cícero Roberto da Silva Gomes, de 30 anos foi preso nesta quinta-feira (17) suspeito do homicídio ocorrido na tarde do domingo, dia 7, de junho de 2020, na Rua Geraldo Murici de Almeida, bairro Pantanal, em Crato. A prisão foi efetuada por policiais civis do Núcleo de Homicídios e Proteção à Pessoa (NHPP) da Delegacia Regional de Crato em cumprimento a mandado de prisão preventiva, emitido pela 1ª Vara Criminal da Comarca do município.

Vandeilton de Lemos Bento, de 30 anos vítima de homicdio por arma de fogo em Crato -07.06.2020-Foto-Redes-sociais
Vandeilton de Lemos Bento, de 30 anos vítima de homicídio por arma de fogo em Crato -07.06.2020-Foto-Redes-sociais

Segundo as investigações, Cícero Roberto é suspeito de ser autor do crime de morte que vitimou o mecânico, Vandeilton de Lemos Bento, de 30 anos, apelidado por  “Jackie Chanque trabalhava numa oficina localizada na Rua Tristão Gonçalves (Rua da Vala) no centro do Crato morto a tiros.

No dia do crime, uma ação conjunta entre Polícias Civil e Militar capturou um suspeito da ação criminosa, identificado como Rafael da Silva Dantas, de 21 anos, detido três horas depois do homicídio e dias depois posto em liberdade. Desde então, a polícia civil passou a investigar o caso, e após identificar Cícero Roberto como sendo a pessoa que efetuou os disparos que mataram “Jackie Chan”, a autoridade policial representou ao Poder Judiciário pela prisão dele, que foi decretada. Após diligências policiais, Cícero Roberto acabou preso e posteriormente foi beneficiado por decisão da justiça  vindo a ser solto passando a ser monitorado por tornozeleira eletrônica.

SAIBA MAIS

Após ser tornozelado, o suspeito rompeu o equipamento e fugiu para Fortaleza. Ao retornar para o Crato, Cícero Roberto promoveu uma festa e acabou sendo denunciado a polícia Civil que de posse um mandado de prisão preventiva expedido pelo poder judiciário cratense, em desfavor dele voltou a prender o investigado. Após ser preso, Cícero Roberto foi levado a presença da autoridade policia na 19ª DRPC e depois dos procedimentos, recolhido à Cadeia Pública de Juazeiro do Norte,  ficando à disposição da Justiça.

SERVIÇO
Delegacia Regional de Crato
Denúncias, Tel/WhatsApp: 88 3102 1285
O sigilo e o anonimato são garantidos.

Reprodução autorizada mediante citação da Agência Caririceara

Leia também



Multiservice - Fauston
Top Móveis_Crato Janeiro 2020

Enquete

Eleitorado nas urnas: você é a favor do voto impresso?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...
© Copyright 2019 — Caririceara.com. Todos os direitos reservados