Policia identifica e conduz a 20ª DRPC quatro maiores de idade e apreende menor suspeitos de envolvimento nos atentados em Juazeiro

Policia identifica e conduz a 20ª DRPC quatro maiores de idade e apreende menor suspeitos de envolvimento nos atentados em Juazeiro

DA AGÊNCIA CARIRICEARA
Redação – Fotos e vídeo: Reprodução/WhatsApp

Após levantamentos realizados pelo Serviço de Inteligência do 2º BPM, a polícia de Juazeiro do Norte identificou e conduziu na manhã de hoje (13), a Delegacia Regional de Policia Civil de Juazeiro do Norte, quatro maiores de idade e um menor de 16 anos suspeitos dos atentados registrados ontem e manhã deste  domingo no município. Os atos criminosos ocorreram contra os prédios do Departamento Municipal de Trânsito (Demutran), aonde uma caminhonete foi incendiada, do Teatro Municipal Marquise Branca, que foi alvo de um coquetel molotov, mas não houve muitos prejuízos, e da garagem da antiga empresa de ônibus São Francisco, no bairro Franciscanos onde atearam fogo numa sucata de ônibus, e ainda contra um coletivo da empresa Via Metro que fazia a linha Juazeiro-Barbalha que ficou totalmente danificado ao ser incendiado.

A reportagem do site Caririceara apurou junto a PM, que o adolescente juntamente com seu irmão Luiz Fernando Santos da Silva, de 18 anos, ambos residentes no bairro no bairro João Cabral, teriam participado do incêndio da garagem da São Francisco. Ainda de acordo com a polícia, o ataque a viatura Demutran teria tido a participação do menor juntamente com Daniel da Silva Souza, Marciel da Silva Souza, apelidado de “Cabecinha” e Marcos Felipe Santos, de 19 anos igualmente no incêndio contra o ônibus da Via Metro.

O comandante do 2º Batalhão da Polícia Militar, major Luciano Rodrigues, disse que os ataques já eram previstos desde a última sexta-feira (11), quando uma decisão da Justiça impediu que visitas aos detentos da Penitencia Industrial Regional do Cariri (PIRC), em Juazeiro do Norte, acontecessem neste fim de semana.

Por isso, um grande efetivo de policiais está nas ruas, principalmente em Juazeiro do Norte, alvo dos ataques até agora. O oficial garantiu que só vai tirar quando a população se sentir segura. “A gente fez a operação esperando alguma retaliação, imaginando algo ainda pior”, explica o major Luciano Rodrigues. Há informações de que os ataques teria ordenados pelo preso da justiça, Teogenes Vicente de Madeiros, 22 anos de idade que se encontra cumprindo pena  na PIRC.

Leia também



PATOM
WhatsApp Image 2022-06-20 at 16.09.29

Enquete