Policiais civis decidem paralisar as atividade

Categoria decidiu cruzar os braços imediatamente em assembleia, às 14 horas deste sábado (24)

Mesmo após se reunirem com representantes do Governo do Estado e receberem uma proposta de negociação, os policiais civis mantiveram a decisão de entrar em greve a partir das 14h deste sábado. Mais cedo, ao meio-dia, a categoria se reuniu em assembleia na sede do Sindicato do Policiais Civis do Estado do Ceará (Sinpol-CE), no José Bonifácio, para avaliar as propostas elaboradas pelo Governo, mas não aceitaram as condições do documento e paralisaram as atividades.

De acordo com o presidente do Sinpol-CE, Francisco Lucas de Oliveira, o principal motivo para a recusa da proposta foi o fato de ela não apresentar os valores da negociação salarial. Outras reivindicações dos policiais também não estariam contempladas nessa proposta. “No documento que nos foi apresentado, o Estado sequer sinalizou o fim da carceragem, que também é nosso pleito, e vai além da retirada dos presos das delegacias”, acrescentou Oliveira. A categoria – que segundo o sindicato tem o menor salário do Nordeste e o menor efetivo proporcional do País – também cobra o reconhecimento do nível superior dos policiais civis.

A greve foi deflagrada na última quinta-feira (22). Já na sexta, representantes do Sinpol-CE se reuniram com o chefe de gabinete do governador Camilo Santana, Élcio Batista, e com o secretário de planejamento e gestão, Hugo Figueiredo, quando representantes dos dois lados assinaram um documento com as propostas que poderiam levar ao cancelamento da greve.

Depois de votarem pela paralisação, os escrivães e inspetores também aprovaram uma escala de paralisação montada pelo Sinpol, que deve ser cumprida no Interior, Região Metropolitana e Capital. Após a assembleia, a reportagem foi até 9º Distrito Policial, que deve funcionar em regime de plantão neste fim de semana, mas não registrou nenuma movimentação para registros de Boletim de Ocorrência (B.O.).

ESCALA DE GREVE NAS DELEGACIAS

DE 14:00h DO DIA 24/09/16 (SÁBADO) ÀS 08:00h DO DIA 25/09/16 (DOMINGO)

CAPITAL (PLANTÃO) – Delegacia do 9º Distrito Policial (Atendimento Geral) – Divisão de Homicídios (Atendimento local de crime) – Delegacia da Criança e do Adolescente (Atendimento menor infrator) – Delegacia de Defesa da Mulher (Atendimento de vítimas mulheres e crianças)

REGIÃO METROPOLITANA (PLANTÃO) – Delegacia Metropolitana de Maracanaú (Atendimento Geral) INTERIOR NORTE (PLANTÃO) – Delegacia Regional de Crateús (Atendimento Geral)

INTERIOR SUL (PLANTÃO) – Delegacia Regional de Crato (Atendimento Geral) Efetivo Da Polícia Civil 353 Delegados / 689 Escrivães / 1818 Inspetores Total de 2860 divididos em expediente (40 horas semanais) e escalas plantão, atendendo capital, região metropolitana e interior.

Todas as delegacias do estado manterão o serviço de custódia com pelo menos um policial civil (capital, metropolitana e interior). Para registro de boletim de ocorrência também estarão disponíveis a Delegacia Eletrônica e Posto de Atendimento do Aeroporto.

Diário do Nordeste/Foto: Reprodução

Leia também



Multiservice - Fauston
Top Móveis_Crato Janeiro 2020

Enquete

Qual sua avaliação das ações do governo do presidente Jair Bolsonaro?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...
© Copyright 2019 — Caririceara.com. Todos os direitos reservados