Policiais civis do Ceará aderem à paralisação nacional na próxima quarta (21).

Delegacias especializadas devem funcionar apenas para flagrantes e emergências durante paralisação

Diário do nordeste ( Foto: Divulgação/ Sinpol-CE )

O Sindicato dos Policiais Civis de Carreira do Estado do Ceará (Sinpol-CE) aderiu à paralisação nacional convocada pela Confederação Brasileira de Trabalhadores Policiais Civis (Cobrapol) e irá suspender parte de suas atividades por 24h, a partir de 8h da próxima quarta-feira (21). Outros 16 sindicatos estaduais pelo Brasil também aderiram à convocação.

Segundo a Cobrapol, delegacias especializadas devem funcionar apenas para flagrantes e emergências nesse período de paralisação, enquanto o registro de outras ocorrências e as investigações estarão suspensas. O Sinpol-CE irá realizar uma Assembléia Geral às 9h da quarta (21), na Praça da Polícia, na Rua do Rosário, no Centro de Fortaleza, com indicativo de greve.

O sindicato cearense deflagrou a ‘Operação Polícia Legal’ no último dia 9 de setembro, com o intuito de realizar uma série de atividades para chamar a atenção para as reivindicações da categoria no Estado. Os policiais civis do Ceará pedem reajuste salarial e reivindicam não ter que realizar atribuições que não são da categoria, como a distribuição e a vistoria de alimentações em delegacias.

Leia também



Multiservice - Fauston
Top Móveis_Crato Janeiro 2020

Enquete

Qual sua avaliação das ações do governo do presidente Jair Bolsonaro?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...
© Copyright 2019 — Caririceara.com. Todos os direitos reservados