Posses de prefeitos mudam composição da Assembleia Legislativa do Ceará

a4b24406c45891650f14dd40e6aa3300_L

Os deputados Fernando Hugo (PP), Rachel Marques (PT), Mário Hélio (PDT) e Dedé Teixeira (PT) assumiram, nesta segunda-feira (02/01), em reunião da Mesa Diretora realizada no gabinete da Presidência da Casa, os mandatos de forma efetiva. Além disso, o deputado Dr. Santana (PT) assume a suplência da vaga deixada pelo deputado Osmar Baquit (PSD), agora titular da Secretaria da Agricultura, Pesca e Aquicultura. A posse foi conduzida pelo presidente da AL, deputado Zezinho Albuquerque (PDT).
Eles substituem os deputados que foram eleitos prefeitos em 2016: Ivo Gomes (PDT), eleito em Sobral; Zé Ailton Brasil (PP), no Crato; Laís Nunes (PMB), em Icó, e Naumi Amorim (PMB), em Caucaia.

O deputado Fernando Hugo segue para o sétimo mandato na Casa e afirmou que vai preservar a mesma conduta ética que mantinha como suplente. “Manterei a mesma linha ética, buscando, pelos atos e atitudes, aquele progresso e desenvolvimento para o povo cearense, debatendo e discutindo sempre o que for o melhor para o Ceará”, ressaltou.

Já a deputada Rachel Marques assegurou que vai dar continuidade aos trabalhos iniciados como suplente. “Estou chegando a um quarto mandato, que tem tido sempre a marca da defesa das questões das mulheres, das crianças, dos adolescentes, dos jovens, dos trabalhadores e das lutas sociais”, disse. Segundo ela, o compromisso é “de continuar abraçando essas lutas importantes e apresentando projetos que garantam mais direitos ao povo trabalhador”.

O deputado Mário Hélio adiantou que a crise hídrica será uma das principais preocupações de sua atuação parlamentar. “Nós temos um problema muito sério no nosso Estado, que é a questão da seca. É um tema que nós temos que discutir e estudar bastante, para ver como podemos acabar com essa questão da falta de água no Ceará”, defendeu o parlamentar.

Para o deputado Dedé Teixeira, exigem atenção especial a questão da estiagem e a superação da crise econômica. “O ajuste fiscal que foi efetivado com a aprovação de diversas leis aqui na Casa e as ações que o governador está encaminhando são uma forma de equilibrar o déficit fiscal”, comentou. De acordo com ele, entre as ações estão a redução de custeio e de terceirizados. “Se o governador não fizer isso, vamos ter problemas em 2017”, alertou.

A Assembleia Legislativa também foi notificada sobre a decisão liminar do Supremo Tribunal Federal (STF) que suspendeu a extinção do Tribunal de Contas dos Municípios. A Casa vai apresentar defesa aao relator do caso, ministro Celso de Mello.

Também estiveram presentes na reunião o secretário da Agricultura, Pesca e Aquicultura, Osmar Baquit, e os deputados Walter Cavalcante (PP), Tin Gomes (PHS), Dr. Santana (PT), Ely Aguiar (PSDC), Evandro Leitão (PDT) e João Jaime (DEM); e o chefe de Gabinete da Presidência, Roberto Mendonça.

com informações do site da Assembleia Legislativa do CE

Leia também



WhatsApp Image 2022-06-20 at 16.09.29

Enquete