Prefeito de Nova Olinda é achado morto na floresta nacional do Araripe

Prefeito estava desaparecido desde a manhã desta quarta-feira (27).
Prefeito Ronaldo Sampaio havia sido afastado e retornou ao cargo./Fotos: Divulgação

O prefeito de Nova Olinda, Francisco Ronaldo Sampaio (PDT), foi encontrado morto na tarde desta quarta-feira (27) na floresta nacional do Araripe no limite dos município de Nova Olinda e Crato-CE. De acordo com a Polícia Civil, o gestor foi achado enforcado em uma árvore na comunidade Sítio Zabelê.

Ronaldo Sampaio estava desaparecido desde a manhã desta quarta e o corpo foi encontrado por equipes de buscas dos bombeiros e polícias civil e militar. "Ele estava em um carro numa estrada com a chefe de gabinete conhecida por Lalá, parou o carro, disse à mulher que iria ao matagal fazer necessidades fisiológicas  e não retornou mais. Só foi localizado o corpo horas depois", explica o policial militar Antônio Marcelo Alves.

A polícia afirma que ainda desconhece as causas da morte. Uma das hipóteses, segundo o Delegado Diogo Galindo da delegacia regional Polícia Civil de Crato que investiga do caso, é de que o prefeito tenha cometido suicídio, mas que não descarta nenhuma outra possibilidade. O delegado ainda firmou que somente após o resultado do laudo da perícia é a causa da morte seja conhecida.

Afastamento e retorno
Ronaldo Sampaio havia sido
afastado do cargo de prefeito durante a sessão do dia 20 de junho da  Câmara Municipal de Nova Olinda. Ronaldo Sampaio já havia sido afastado do cargo por decisão judicial em 10 de maio por um prazo de 120 dias. O prefeito recorreu da decisão, e em 17 de junho, conseguiu retornar ao cargo  por decisão monocrática da presidente do Tribunal de Justiça do Estado (TJ-CE), desembargadora Iracema do Vale.

Em 22 de julho, o ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu liminar determinando a suspensão do afastamento de Ronaldo Sampaio.

De acordo com Ação Civil Pública proposta pelo Ministério Público do Ceará (MPCE), Sampaio contratou a namorada como funcionário "fantasma". Além do prefeito, outras quatro pessoas são investigadas pela prática de improbidade administrativa

A denúncia sobre a contratação de funcionários fantasmas foi feita pela ex-servidora do município Wildiane Bezerra. "Eu procurava nas folhas de pagamentos e ela [Viviane Chaves] não constava. Mas no portal da transparência já constava", afirmou.

Caririceara com informações do G1CE

Leia também



Multiservice - Fauston
Top Móveis_Crato Janeiro 2020

Enquete

Você acha que motoristas alcoolizados devem ser considerados criminosos?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...
© Copyright 2019 — Caririceara.com. Todos os direitos reservados