Presa em Crato pela Polícia Civil acusada de assassinar seu próprio companheiro em Iguatu-CE

Josefa Tainar da Silva Lopes, 22 anos IGUATU 20.12.2018 PRESA EM CRATO

DA AGÊNCIA CARIRICEARA
Redação com informações da Polícia Civil do Ceará – Foto: Redes Sociais

Na manhã desta quinta-feira (20), a equipe de investigações da Delegacia Regional de Polícia Civil de Iguatu/CE deu pleno e total cumprimento a um Mandado de Prisão Preventiva em face da pessoa de Josefa Tainar da Silva Lopes, 22 anos, acusada de assassinar o próprio companheiro no dia 19/02/2017, no Sítio Lagoa Seca (Sítio Cajueiro), próximo ao Aeroporto, em Iguatu/CE.

ENTENDA O CASO

No dia 19/02/2017, no Sítio Lagoa Seca (Sítio Cajueiro), em Iguatu/CE, pessoa de Josefa Tainar da Silva Lopes discutiu com o seu companheiro, José Felix de Oliveira de 53 anos e acabou desferindo golpes de faca contra a vítima, ocasionando a morte imediata do homem. Desde a data do crime, Tainar estava foragida e encontrava-se em local incerto e não sabido.

A INVESTIGAÇÃO

A Polícia Civil de Iguatu/CE apurou o caso e ao final das investigações solicitou junto ao Poder Judiciário a decretação da Prisão Preventiva de Josefa Tainar, o que foi prontamente atendendo pela Justiça. Através de um serviço de investigação e de inteligência policial, a equipe da Polícia Civil conseguiu a informação de que a infratora estava residindo no Sítio Corujas, Bairro Lameiro, zona rural do Município do Crato/CE, Região do Cariri. Então, a equipe foi até o local e conseguiu localizá-la e prendê-la, sendo a infratora conduzida para a Delegacia Regional de Iguatu/CE e depois para a Cadeia Pública local, onde aguardará o seu julgamento atrás das grades.

A infratora Josefa Tainar passou cerca de 01 ano e 10 meses foragida, mas foi capturada pela equipe da Polícia Civil e agora irá responder na Justiça pelo crime de Homicídio Doloso Qualificado, cuja pena varia de 12 a 30 anos de reclusão.

A republicação é gratuita desde que citada a fonte.

Leia também



PATOM

Enquete