Suspeito de ser o mentor de chacina ocorrida em Juazeiro do Norte é preso em ação conjunta entre Polícia Militar do Ceará e Polícia Civil de Pernambuco

FOTO: REDES SOCIAIS
FOTO: REDES SOCIAIS

A captura ocorreu na cidade de Bodocó (PE) após a troca de informações entre as instituições

Uma ação conduzida pela Polícia Militar do Ceará e pela Polícia Civil de Pernambuco culminou nas prisões de dois irmãos, ambos com mandados de prisão preventiva em aberto. Entre os dois capturados, está Cícero Edilson da Silva Farias, de 19 anos, suspeito investigado como mentor e executor da chacina ocorrida na madrugada do dia 8 de fevereiro deste ano, no bairro Triangulo em Juazeiro do Norte, quando quatro pessoas foram mortas a tiros e cinco ficaram feridas, dentre elas uma criança de quatro anos. As capturas ocorreram nesta segunda-feira (14), na cidade de Bodocó, no interior de Pernambuco.

Cícero Edilson da Silva Farias, de 19 anos o Cicim Banguelo . Foto: Redes sociais
Cícero Edilson da Silva Farias, de 19 anos o “Cicim Banguelo”. Foto: Redes sociais

As ações foram desencadeadas após investigação iniciada pelo Núcleo de Homicídios e Proteção à Pessoa (NHPP) da Delegacia Regional de Juazeiro do Norte-CE. O suspeito, conhecido como “Cicim Banguelo”, com antecedentes por homicídio doloso, tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo, foi encontrado em uma região interiorana de Pernambuco, após informações repassadas pela Subagência de Inteligência do 2º Batalhão da PMCE de Juazeiro do Norte.

De acordo com os dados colhidos pelas equipes policiais, o homem, acompanhado da irmã, teria fugido para Pernambuco. Com as informações, a PMCE solicitou apoio à PCPE, que diligenciou ao Sítio Brejinho, na cidade de Bodocó, onde os mandados deferidos pela Justiça do Ceará acerca de um homicídio ocorrido em 2019, em Juazeiro do Norte, foram cumpridos.

Maria Auxiliadora da Silva Farias, de 30 anos. Foto: Redes sociais
Maria Auxiliadora da Silva Farias, de 30 anos. Foto: Redes sociais

Além de Cícero, ainda foi presa sua irmã, identificada como Maria Auxiliadora da Silva Farias, de 30 anos. Embora inicialmente não seja apontada como partícipe da chacina ocorrida em 8 de fevereiro de 2022, a apuração policial aponta que ela atuava em conjunto com o familiar, em crimes relacionados ao tráfico de drogas na cidade de Juazeiro do Norte.

Crime de 2019

Os dois irmãos são investigados por participação na morte de um homem identificado como Arturzinho Alves de Medeiros, de 29 anos, ocorrida em 6 de março de 2019, no Bairro Frei Damião  em Juazeiro do Norte. A vítima foi morta com golpes efetuados por um objeto perfurocortante e disparos de arma de fogo. O crime foi cometido após uma discussão entre os suspeitos e o homem.

Outro partícipe

A Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE), por meio do Núcleo de Homicídios e Proteção à Pessoa (NHPP) da Delegacia Regional de Juazeiro do Norte, identificou um suspeito e cumpriu um mandado de prisão temporária pelos homicídios registrados em Juazeiro do Norte. A decisão foi cumprida em desfavor de Cícero Leonardo Rodrigues dos Santos, de 19 anos, que segundo as investigações, tem ligação direta nas mortes das quatro pessoas. A ação ocorreu, nesse sábado (12), dentro de uma unidade prisional da região, onde o investigado se encontra respondendo por outros crimes. Ele havia sido preso na quinta-feira (10), pela Polícia Militar.

*Com informações da SSPDS-CE

 

Leia também



PATOM
WhatsApp Image 2022-07-28 at 08.57.10

Enquete