Teólogo Leonardo Boff diz acreditar numa breve beatificação de Padre Cícero

Leonardo Boff

Para o escritor e teólogo Leonardo Boff, após a beatificação de Dom Óscar Romero de San Salvador, ocorrida há 2 anos, vira a do Padre Cícero Romão Batista. Ele foi o último conferencista do V Simpósio Internacional sobre o Padre Cícero: “Reconciliação… e agora?” quando terminou aplaudido de pé por uma platéia que lotou o Memorial na tarde desta sexta-feira. Ele pediu viva para o sacerdote e disse que o mesmo será santo da Igreja universal e não apenas do sertão do Ceará.

Na sua Conferência sob o tema: “Padre Cícero à luz do Papa Francisco”, Boff considerou a reconciliação algo muito forte e que expressa a vontade do Papa salientando que todos podem alimentar a esperança de vê-lo beatificado e canonizado “o que não será novidade para o Padre Cícero que já é santo”. Em sua fala, constitui etapas na vida do sacerdote que passam pelo sonho que teve, a vinda em definitivo para Juazeiro, os conflitos enfrentados com o sangramento da hóstia e o padre político.

Ganhando novamente muitos aplausos, o teólogo Leonardo Boff admoestou que “não é apenas canonizar o Padre Cícero, mas fazer justiça às mulheres beatificando e santificando Maria de Araújo que é santa e faz milagres”. Para o conferencista, o Bispo do Ceará dom Joaquim Vieira foi “duro” com Padre Cícero como “duro” foi o julgamento do sacerdote que até chegou a ser excomungado fato jamais publicado. Boff historiou que ele tinha uma convivência direta com o povo, visitando casas e sítios e dando orientações e conselhos.

Com o fechamento das portas pela Igreja – acrescentou o conferencista – Padre Cícero trilhou no caminho da política para não perder de vista a sua opção pelos pobres. Nesse contexto, Leonardo Boff argumentou sobre sua atuação em prol do bem comum com foco na educação e geração de emprego e renda. Elogiou ainda a visão ambientalista do sacerdote quando citou os seus preceitos ecológicos. Na sessão de encerramento do simpósio falaram o Secretário de Cultura de Juazeiro, Alemberg Quindins, em nome do prefeito Arnon Bezerra; a presidente da comissão organizadora, Fátima Pinho; e o reitor em exercício da Universidade Regional do Cariri, Francisco do O de Lima Júnior.

Leia também



PATOM

Enquete