Trabalhadores do Cariri voltam às ruas no dia 31 de março

Protesto contra a reforma da Previdência paralisa a BR 116, no Cariri (1)

Redação/Caririceara.com
Foto: Arquivo

As entidades sindicais, movimentos populares e partidos políticos que integram a Frente Brasil Popular na Região do Cariri, juntamente com outras frentes de lutas estão convocando os trabalhadores, as trabalhadoras, os estudantes, as donas de casa e toda a população para uma Caminhada em defesa dos direitos dos trabalhadores, no dia 31 de março, na próxima sexta-feira, sendo a concentração no antigo posto fiscal do Bairro Batateiras, em Crato, e o encerramento no Largo da Prefeitura.

A principal denúncia das manifestações que ocorrerão em todo o Brasil no dia 31 de março é da reforma da Previdência pretendida pelo governo Temer. A elevação da idade mínima para aposentadoria aos 65 anos para homens e mulheres, o fim da aposentadoria diferenciada de professores, o fim da aposentadoria especial de trabalhadores rurais e o tempo de contribuição de 49 anos para alcançar o direito a aposentadoria integral representam uma ameaça aos direitos previdenciários dos trabalhadores brasileiros.

Mas os movimentos também vão protestar contra a proposta de reforma trabalhista que precariza as relações de trabalho e retira direitos como férias remuneradas, 13º salário e outras garantias trabalhistas. As centrais sindicais anunciaram que os protestos e manifestações do dia 31 de março são uma preparação para a Greve Geral convocada para o mês de abril contra o governo e suas medidas prejudiciais à classe trabalhadora.

As crescentes manifestações em todo o país contra as medidas do Governo Federal coincidem com o crescimento da impopularidade do Presidente Temer e a defesa da tese de antecipação das eleições presidenciais de 2018.

Leia também



PATOM

Enquete