Tribunal de Justiça decreta ilegalidade da greve dos servidores, em Juazeiro do Norte

DA AGÊNCIA CARIRICEARA
Adriano Duarte – Foto: Jota Lopes/Arquivo/Caririceara

O presidente do sindicato dos servidores municipais de Juazeiro do Norte, Marcelo Alves, classificou como injusta a decisão do desembargador Paulo Airton Albuquerque Filho do Tribunal de Justiça do Ceará (TJ-CE).

Ele determinou decretou, nesta quarta-feira, dia 13, o imediato retorno ao trabalho de todos os servidores, sob pena de multa diária fixada em R$ 10 mil, para os diretores sindicais, em caso de descumprimento.

O presidente do sindicato, Marcelo Alves, falou sobre a decisão.

Os precatórios é outra questão que continua em debate entre o sindicato e a gestão municipal. O presidente do sindicato questionou o percentual de 27% descontado do recurso dos servidores.

Ainda na tarde desse quinta-feira, dia 14, a equipe da prefeitura municipal concedeu entrevista falando sobre novas mudanças nas regras para o precatório. Em coletiva, foi feito o anúncio sobre a data para o pagamento do recurso aos professores, 25 de outubro.

No entanto, o município anunciou que 15% do recurso deve permanecer retido, como explica o prefeito Arnon Bezerra

Ele sugere que se utilize do recurso disponível e em seguida lute pelo na justiça por esse desconto feito.

Falou ainda sobre o desconto de 27% de imposto de renda que os servidores também terão descontados.

©Todos direitos reservados a Caririceara.com. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível de ação judicial com base na Lei nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998 dos Direitos Autorais.

Leia também



Multiservice - Fauston
Top Móveis_Crato Janeiro 2020

Enquete

Qual sua avaliação das ações do governo do presidente Jair Bolsonaro?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...
© Copyright 2019 — Caririceara.com. Todos os direitos reservados